Serj Tankian com o System Of A Down em 2017
Foto de Serj Tankian via Shutterstock
 

Sempre com muito a dizer, o vocalista Serj Tankian, do System of a Down, conversou com a Veja e falou sobre diversos temas polêmicos, inclusive a política aqui no Brasil.

Perguntado sobre a ascensão dos líderes de extrema-direita, o músico não deixou de citar o presidente Jair Bolsonaro e como “não tempos tempo para idiotas nos liderando”, acreditando que isso tudo vai acabar em um futuro próximo:

É um jogo perigoso. A ascensão da extrema-direita em países como a Hungria, com Viktor Orban, ou nos casos de Bolsonaro no Brasil e de [Donald] Trump, nos Estados Unidos, foi uma reação ao sistema. Mas essa é uma solução errada e está criando mais problemas para a sociedade. Não temos tempo para ditadores. Não temos tempo para idiotas nos liderando. A nova geração não vai viver com isso por muito tempo. É por tal razão que estão ocorrendo diversos protestos ao redor do mundo.

Falando mais especificamente sobre o Brasil e o negacionismo que permeia as decisões de como lidar com a COVID-19, Serj também não poupou críticas ao atual governo e traçou paralelos com o regime de Trump nos EUA:

Trump fez um trabalho horroroso na resposta à Covid-19, e Bolsonaro também… Penso que o Brasil precisa de um adulto no comando, e não de uma pessoa que desafie a ciência. Eu espero que vocês consigam se vacinar o mais rápido possível. Eu mesmo já fui vacinado. Infelizmente, líderes ruins dificultam a superação da pandemia.

Você pode conferir o papo na íntegra por aqui, no qual ele também fala sobre a relação com o cunhado John Dolmayan, apoiador ferrenho de Trump e da direita.

Serj Tankian

Vale lembrar que nos últimos dias Serj lançou o EP Elasticity, que é composto por algumas canções que foram originalmente escritas para o System of a Down.

Você pode ouvir uma delas, a faixa-título e single principal do trabalho, logo abaixo.

 
Compartilhar