Lil Nas X em clipe de
 

Na última sexta-feira, Lil Nas X provou de uma vez por todas que “Old Town Road” não vai ser seu único hit ao lançar a ótima (e já bem-sucedida) “Montero (Call Me By Your Name)”.

Com um teor muito mais pessoal — afinal de contas, a música remete ao nome de batismo do músico, Montero Lamar Hill — e com um clipe cheio de provocações, a nova faixa vem dando o que falar. No vídeo, o rapper aparece fazendo pole dance para Satã em meio a um visual totalmente infernal.

Naturalmente, a vertente mais conservadora da internet foi à loucura e criticou o “sistema” por ter colocado Lil Nas X para apresentar seu hit anterior para crianças e, agora, transformá-lo em outra figura; o usuário que fez esse comentário fez um paralelo com a situação de Miley Cyrus, que ganhou fama como Hannah Montana. O rapper respondeu:

Não houve sistema envolvido. Eu tomei a decisão de criar o clipe. Eu sou um adulto. Eu não vou passar toda a minha carreira cuidando dos seus filhos. Esse é o seu trabalho.

Em outros posts, Lil Nas também apontou para os recentes assassinatos em massa nos EUA e garantiu que “não sou eu descendo em um pilar de computação gráfica que estou destruindo a sociedade”.

O que mais chamou atenção, no entanto, foi um desabafo forte sobre a sua situação como gay e como o clipe está servindo como uma “vingança” por tudo que passou enquanto era mais novo:

Eu passei toda a minha adolescência me odiando por conta das merdas que vocês diziam que iam acontecer comigo porque eu era gay. Então eu espero que vocês estejam bravos, continuem bravos, sintam a mesma raiva que vocês nos ensinam a ter de nós mesmos.

É… vale a reflexão, não é mesmo? Você pode ver os Tweets do músico abaixo, bem como o clipe recém-lançado.

Lil Nas X desabafa sobre críticas a novo clipe

 
Compartilhar