Quentin Tarantino e Nirvana
   

Cães de Aluguel é um grande clássico do cinema e abriu as portas para o diretor Quentin Tarantino, que viria a se tornar um dos mais aclamados da era moderna.

Seu surgimento coincidiu com a ascensão da cena Grunge na música e os dois tinham tudo a ver, com atitudes semelhantes em relação à cultura mainstream (ainda que ambos tenham se tornado parte dela eventualmente).

Em uma entrevista, Quentin explicou isso e como a paixão de Kurt Cobain por seu filme fez com que ele até fosse creditado no terceiro disco do Nirvana, In Utero — que ele chama de “Uterio” e diz que é o segundo, por sinal:

Havia um aspecto em particular do cinema independente dos EUA em geral, e o do meu filme ‘Cães de Aluguel’ em particular, coincidindo com a cena de música alternativa Grunge. E meio que estávamos em vias paralelas. Nós estávamos surgindo com uma nova forma de fazer um filme, digo, as pessoas estavam de saco cheio dos filmes corporativos de Hollywood dos anos 80, e a mesma coisa ‘corporativizada’ dos anos 80.

E uma coisa que foi interessante é que, em ‘Cães de Aluguel’, parte da ironia dele é que estamos tocando essas músicas Pop inócuas dos anos 70 junto a essa história criminal violenta. Mas uma das coisas que foi realmente interessante foi que — sem que eu tentasse fazer isso de qualquer maneira — as bandas de Grunge de Seattle da época amaram ‘Cães de Aluguel’.

Basicamente, eu acho que era um bom filme para assistir no ônibus da turnê. Você podia pegar a fita e podia assistir o tempo todo e todo mundo sabia todas as falas. Mas o Pearl Jam amava o filme. O Nirvana amou o filme. Kurt Cobain amou tanto o filme que ele me agradeceu em seu segundo álbum. ‘Uterio’ [sic], eu estou nos agradecimentos. E eu nunca me encontrei com ele. Eu nunca o encontrei, ele só amava ‘Cães de Aluguel’ tanto que ele me agradeceu nos agradecimentos.

Como bom portal jornalístico, resolvemos checar se a história de Quentin era verdadeira e, pelo menos no encarte da versão que temos por aqui, o nome do diretor de fato está por lá. Mas com um detalhe: ele foi creditado como Quentin Tarentino. Será que o erro ao falar o nome do álbum na entrevista foi uma vingancinha?

De todo jeito, você pode conferir a fala de Tarantino pelo vídeo abaixo, com legendas em espanhol.

Quentin Tarantino e a relação entre “Cães de Aluguel” e o Nirvana