Dave Grohl achou que tinha criado
Reprodução / YouTube
 

Em mais uma de suas ótimas histórias sobre os clássicos do Foo Fighters, Dave Grohl compartilhou desta vez uma curiosidade sobre a aclamada faixa “Everlong”.

Durante sua participação no Oates Song Fest 7908 no último final de semana, o líder do grupo revelou que o incentivo de Thurston Moore e Kim Gordon do Sonic Youth foi fundamental para o lançamento da música.

Relembrando da produção de “Everlong”, Grohl disse que ficou responsável por uma parte da guitarra e por “não ser um músico treinado” ou que sabe exatamente como se chama cada acorde, ele acabou criando um riff que o fez lembrar imediatamente de um som parecido com o Sonic Youth.

Isso deixou o cantor tão preocupado que ele decidiu mostrar a música para Moore e Gordon para saber a opinião deles (via Loudwire).

Gravei a música e trouxe de volta para os caras. Eu me lembro de ter tocado para Thurston e Kim do Sonic Youth porque estava com muito medo de ter roubado essa música do Sonic Youth de alguma forma.

E eu disse: ‘Oh, ouça isso que acabei de gravar, ouça esta demo que acabei de fazer’. Ele disse: ‘Por que isso é uma demo? Por que não está no álbum?’.

Pareceu tão improvisado e não oficial que eu considerei uma demo. Então nós fomos e regravamos e essa é a música que você ouve no rádio hoje.

Versões de “Everlong”

Aproveitando o tema, Dave falou sobre o fato de a versão acústica da música ter funcionado tão bem. Para ele, tocar a faixa do disco The Colour And The Shape (1997) de outra forma não estava em seus planos.

Eu pensei que era uma música de Rock. Acho que foi a primeira vez que participamos do The Howard Stern Show. Howard Stern amou a música. E quando você participa do programa, são 6 horas da manhã e você não quer tocar em nenhum instrumento, mas ele pediu que eu tocasse acusticamente. E foi o que fiz e, de certa forma, deu à música um renascimento totalmente novo.

Isso foi muito depois de ter sido lançado. Acabou dando à música uma vida totalmente nova. Porque eu acho que às vezes quando eu faço dessa forma (acusticamente) realmente puxa para trás alguns dos sinos e assobios e outros ruídos quando é apenas a letra e o violão e minha voz. Eu acho que meio que faz a música parecer do jeito que eu sempre desejei que fosse.

Depois de ter falado sobre “Everlong”, Dave apresentou uma ótima performance da música que foi single duplo de platina nos Estados Unidos por mais de dois milhões de cópias vendidas.

Confira acima a explicação de Dave e sua apresentação no Oates Song Fest 7908.

LEIA TAMBÉM: Dave Grohl e os segredos da sensacional bateria de “Smells Like Teen Spirit”