Spotify
Foto Stock via Shutterstock
 

O Spotify está realmente preocupado com a discussão sobre sua monetização — pelo menos superficialmente.

Daniel Ek, CEO da empresa, esteve na mais recente edição do Press Club, no Clubhouse. Na conversa ainda estavam Mark Zuckerberg (Facebook) e Tobi Lütke (Shopify). Por lá, Ek abordou as ambições do Spotify em “ajudar” seus criadores.

Na conversa, Daniel declarou (via A Rádio Rock):

Até agora, a música tem sido um formato único que se encaixa em tudo, e acabamos de monetizá-la através das receitas do streaming. [Antes] você tinha que, como criador, descobrir como monetizar essa base de fãs em outras plataformas. Mas acho que o futuro é que nos tornaremos muito melhores em monetizar os fãs e super fãs, mesmo no Spotify.

O CEO ainda acrescentou, indicando que os artistas devem procurar “outras maneiras” de ganhar dinheiro além do streaming.

Não se trata apenas de publicidade ou assinatura, mas a verdade é que o futuro será encontrar seu público e encontrar várias maneiras de interagir com esse público em todas essas diferentes plataformas. Encontrar várias maneiras de monetizar um usuário casual até um super fã.

Será que esse é mesmo o caminho?

LEIA TAMBÉM: Spotify lança iniciativa para aumentar a transparência em seus pagamentos

 
Compartilhar