Robert Plant
 

A gente sempre ouve falar de como grandes nomes da música acabam ficando de saco cheio de seus próprios hits, e não foi diferente com Robert Plant.

O vocalista do Led Zeppelin criou um desgosto profundo por “Stairway to Heaven” já nos anos 70, quando o mega sucesso foi definido por ele como a “música de casamento” da banda.

Claro que, enquanto o Led Zep estava ativo, Robert teve que continuar cantando a música. Mas quando a banda acabou e Plant seguiu carreira solo, “Stairway” foi totalmente abandonada com exceção das reuniões de 1988 e 2007, e o motivo principal era o de que ele não conseguia mais se identificar com a faixa.

O dia em que Robert Plant pagou para não tocarem “Stairway to Heaven”

Acontece que, algum tempo depois, Plant foi além. Como ele contou em uma entrevista com a NPR em 2002, foi durante uma viagem pela estrada passando pela cidade de Portland enquanto escutava a rádio KBOO-FM que ele ouviu uma proposta bem curiosa: a emissora estava abrindo um fundo de patrocínio e, se chegasse ao valor desejado, prometia nunca mais tocar “Stairway to Heaven”.

Nas próprias palavras da lenda:

A KBOO tinha essas músicas incríveis. Era meio que uma mistura de lados B tristes de doo-wop e um DJ muito engraçado, que parecia alguém do Marin County em 1967. Eu pensei, ‘Isso é ótimo. Eu preciso encostar e ficar escutando isso.’

O cara entrou falando que eles estavam procurando patrocínios. Sabe, ‘Por favor mande US$10’, ou US$15 ou qualquer coisa assim, e se as pessoas fizessem isso, a KBOO prometeria nunca mais tocar ‘Stairway to Heaven’. Então eu liguei pra ele e prometi meu dinheiro. Eu fui patrocinador da KBOO.

Você sabe que isso é suicídio profissional. Eu tive que contar para o Ahmet [Ertegun, presidente da Atlantic Records]. Eu disse, ‘Ahmet, você nunca vai adivinhar. Isso é tão engraçado.’ E ele meio que falou tipo, [imitando Ertegun] ‘Ei cara, eu acho que isso é realmente ótimo.’

Bom, com o lucro que Plant e companhia devem ter dado ao chefão da gravadora, difícil se incomodar com algo, né? De toda forma, até hoje, o vocalista nunca apresentou a canção em sua carreira solo e por enquanto a única esperança de ouvi-la novamente na voz de Robert é em uma futura reunião do Led Zeppelin.

Quem sabe um dia?