Radio Front
Crédito: reprodução
   

A banda carioca Radio Front liberou no YouTube o clipe feito para a faixa “Expose Me”.

O vídeo, dirigido por Gabe Gomes, apresenta uma estética cinematográfica que remete a filmes de terror e suspense.

A proposta do registro audiovisual, que conta com a participação das atrizes Yasmim Sant’anna e Chell, aborda o encontro entre dois lados de uma mesma personalidade.

A letra da canção, que mistura o rock alternativo dos anos 2000 com uma sonoridade mais moderna, fala sobre uma vida baseada na exploração de si próprio e a ausência do nosso eu interior.

“A música é um diálogo entre o eu lírico que já faleceu com o seu passado,” explica o vocalista Felipe Nova.

Além dele, a Radio Front é atualmente formada por Marcelo Moreira (baixo), Leonardo Bourseau (bateria) e Jon Marques (guitarra). Eles estrearam em 2018 com o álbum Into the Rain.

No ano passado, o grupo lançou em parceria com Phil Machado (Detonautas) e Vooduo o single “Pandora”, como falamos por aqui.

O TMDQA! conversou com Felipe Nova para falar sobre o novo clipe e também sobre carreira e planos futuros da Radio Front. Confira a seguir.

Continua após o vídeo

TMDQA!: Como você falou, vários estilos moldam a sonoridade de vocês é um caldeirão de subgêneros do Rock que vai do Punk ao Stoner. No meio disso tudo, há melodia e vocês optaram por gravar o clipe em um belo cenário que contrasta arquitetura com algo mais sujo, pesado, denso, já que o local é abandonado. Como foi a ideia e a execução disso tudo pra mostrar ao mundo a mensagem do single?

Radio Front: A composição tinha como ideia um personagem já falecido falando com seu passado, arrependido da vida que teve, uma vida sem amor próprio, com objetivos fúteis e não enfrentamento de seus problemas interiores.

No início nós achávamos que era uma história de uma bailarina, por isso começamos a gravar sons de uma caixa de música no tom da melodia. Foi aí que Ana Valente, roteirista, começou a tecer essa história junto com a gente para expressar melhor a música em imagens.

TMDQA!: Sobre as influências, que bandas vocês citariam como inspiração para a Radio Front? Como vocês descreveriam o grupo para alguém que nunca o ouviu antes?

Radio Front: Começamos com a ideia de ser uma rádio sintonizando em diversas frequências e estilos, nos entendemos bem quando gravamos nosso primeiro disco, Into The Rain. Foi aí que paramos para olhar qual estilo estávamos fazendo, o que parecia um stoner anos 90 beirando o grunge.

Agora também olhamos para referências dos anos 2000, como Deftones e nos consideramos cada vez mais uma banda de Rock Alternativo, permeando não somente um estilo.

TMDQA!: Em vídeos super produzidos como esse, há também um caldeirão de referências de outros clipes, filmes, séries e diretores. Onde vocês miraram quando idealizaram o clipe e como conectaram essas influências com o single?

Radio Front: Nós somos muito felizes de sempre estar rodeados de pessoas talentosas que somam em nosso trabalho. O diretor do clipe Gabe Gomez e a roteirista Ana Valente, junto com a banda, foi tomando decisões de referências antigas de clipes em ruínas, com personagens atordoados, uma das primeiras referências foi do clipe “The Greatest”, da SIA.

Continua após o vídeo


TMDQA!: Ainda falando sobre a canção, a letra é bastante pesada no sentido de que mostra uma pessoa em conflito com ela mesma. Entre ilusões e ambições, ela definitivamente está exposta. Que tipo de reflexão vocês pensaram em provocar no ouvinte quando lançaram o single?

Radio Front: As nossas músicas costumam ter letras bem pesadas que permeiam problemas psicológicos e a ideia é sempre a reflexão desses mesmos. É muito fácil cedermos nossas prioridades a favor de ambições, ideais e isso pode facilmente nos colocar num modo “automático”.

Com isso, perdemos saúde mental e o foco do real sentido da vida, que é simplesmente vivê-la. E dependendo dos emaranhados que a vida nos coloca (ou que nos colocamos na vida), não enfrentamos nossos demônios e esquecemos de sentir o que foi feito para sentir.

A música fala sobre arrependimento de não ter vivido para sentir. Esse diálogo do eu lírico abordando presente e passado traz a ideia de enfrentar o que temos dentro de nós e abraçarmos os nossos demônios.

TMDQA!: Quais são os próximos passos para a banda após o lançamento do clipe?

Radio Front: Iremos lançar mais um material que já havíamos gravado previamente e também temos datas para futuras gravações. Durante a pandemia nós ficamos em nosso estúdio criando material suficiente para um novo disco e esse single foi um preparo/gostinho do que estamos arriscando de sonoridade agora.

   
 
Compartilhar