Dexter falando sobre vida na cadeia
Reprodução/YouTube
 

Um dos maiores nomes do Rap nacional, Dexter (o Oitavo Anjo) tem uma trajetória de muita luta para chegar ao sucesso na música.

Como muitos já sabem, o cara que foi nascido e criado em uma favela de São Bernardo ganhou notoriedade em 1999, quando se juntou ao seu então companheiro de cela Afro-X na dupla conhecida como 509-E; na época, ele cumpria parte da sua pena de 13 anos por seis assaltos e fuga da prisão e foi aos poucos construindo sua carreira.

Em uma nova entrevista com o podcast PodPah, Dexter falou mais sobre esse período de sua vida (inclusive sobre as rebeliões que presenciou) e como “um dia pode ser um inferno”, além de ter explicado como são as “leis” da cadeia:

Na cadeia, as coisas funcionam diferente, morou? Existem leis lá dentro também. Leis essas, inclusive, que pra muita gente pode soar como absurdo mas eu sempre disse que se existissem no mundão, algumas coisas aí seriam bem melhores. Na cadeia se respeita muito o outro; eu fiquei oito anos sem falar um palavrão na cadeia. O dia que eu mandei um cara tomar no cu foi oito anos depois que eu já tava no presídio, e eu tive que ir pra 10 porque se ele viesse nós ia ter que trocar faca — e eu fui porque eu mandei ele tomar no cu, só que graças a Deus ele não foi, ele correu, ele foi pro 5 depois.

É o seguinte, parceiro: na cadeia você tem leis. Você não fala palavrão na cadeia. Quando você fala palavrão na cadeia, você pode estar dando a decisão pra um cara, morou? E esse cara vai te dar uma decisão também. Porque na cadeia, tio, ou você é homem ou você não é. Ou você é cabuloso ou você não é, entendeu? Se você não é, tio, então se recolha à sua insignificância. Porque o cara que não é homem na cadeia, ele é insignificante pros caras que são homens, que têm palavra, morou, mano? Que são bandidos. Quando a gente fala bandido é isso, é nesse sentido, morou?

O rapper também conta que, depois do sucesso, passou a ter mais “notoriedade” no sistema prisional — “respeito” não é a palavra segundo certa, de acordo com ele, porque ele sempre teve ao sempre tratar os outros dessa forma.

Você pode ver todo esse trecho da entrevista no vídeo logo abaixo.

Dexter falando sobre vida e regras na cadeia

 
Compartilhar