Kings Of Leon em 2021
Foto: Divulgação
 

Já se passaram 13 anos desde que o Kings of Leon jogou a bombadíssima “Sex On Fire” no mundo. Durante boa parte desse tempo, porém, Caleb Followill odiou a canção.

O vocalista, ainda em 2008, declarou que duvidou bastante do potencial da música, e que terminá-la foi questão de insistência. Bem, em entrevista à NME nos últimos dias, o cantor deixou claro que isso mudou.

Ao falar sobre sua “acidez” com o single, Followill contou:

Chega um momento quando você só pode ficar orgulhoso do que fez ou pode se sentar e ficar resmungando. Meu lado ácido nunca teve a ver com a música em si, mas sim com o fato de eu achar que a gente precisava ter esse tipo de reconhecimento mais cedo na nossa carreira.

Refletindo sobre o sucesso do disco Only By The Night, Caleb finalizou:

Quando um raio cai, ele cai. Não dá pra recriar isso ou colocar em uma caixinha. Sem esse disco, quem sabe se a gente sequer estaria fazendo discos até hoje.

Ainda bem que a reconciliação veio, né?

LEIA TAMBÉM: Kings Of Leon lança seu primeiro disco de estúdio em 5 anos; ouça

 
 
Compartilhar