Freddie Mercury e Brian May, do Queen
Foto: Reprodução / Instagram
 

Brian May contou uma história incrível (e um pouco triste) de sua relação com Freddie Mercury no Queen.

Em entrevista à Total Guitar (via Loudwire), o guitarrista revelou que Mercury o presenteou com uma fita contendo todos os seus solos — mas que ele não sabe mais onde este presente está.

Leia:

Um dia, Freddie estava com um grande sorriso no rosto quando eu entrei no estúdio e ele colocou uma fita cassete no tocador dizendo: ‘Ouça isso, querido. Isso vai te surpreender.’ E o que ele fez foi passar a manhã inteira juntando todos os solos de guitarra que ele pôde encontrar na nossa discografia, e ele os juntou.

May continua, falando sobre a perda da fita:

Era incrível. E um dos meus maiores arrependimentos é que não consigo encontrar aquela fita. Eu nunca jogo nada fora. Eu sou um pouco acumulador. Portanto, deve estar em algum lugar. Mas Freddie ficou muito orgulhoso das coisas que eu fiz e que fizemos juntos.

Que lindo, hein?

Brian May e Freddie Mercury

Na mesma entrevista, May também falou sobre a influência de Freddie em seu jeito de tocar guitarra no Queen. Ao comentar a criação de “Bohemian Rhapsody”, o guitarrista contou:

Essa faixa estava evoluindo há um bom tempo. Era um produto da mente fértil do Freddie. Sabíamos que era algo muito especial. Ele gravou um vocal guia, e então começamos a fazer todas as harmonias vocais com várias faixas. Já havia uma guitarra base lá, é claro. E em algum lugar durante esse processo, conversamos sobre onde haveria um solo, e essa parte Freddie não havia mapeado.

E continua:

Ele disse que queria um solo lá, e eu disse que gostaria de fazer um verso de guitarra de forma eficaz. Eu queria elevar essa faixa. Eu colocaria ali uma melodia diferente. Já havia muita cor na música, mas eu gostaria de ter uma mão mais livre. E eu podia ouvir algo em minha cabeça naquele ponto – muito antes de entrar lá e tocar.