Soundcloud
 

O Soundcloud anunciou um modelo de negócios que será recebido de braços abertos por artistas de menor porte.

A plataforma de música está introduzindo uma nova maneira de pagar seus royalties, agora com base no consumo do usuário. Ou seja, agora, a receita gerada por cada ouvinte será distribuída entre os artistas que eles ouvem ao invés de entrar em um grande balaio.

Modelo Atual e Pro-Rata

Atualmente, plataformas como o Spotify usam o sistema pro-rata, que agrupa os lucros ao fim de cada mês e o distribui de acordo com a participação de mercado de cada gravadora. Isso significa, é claro, que artistas maiores e grandes selos são os que recebem uma porção maior.

Essa novidade será anunciada oficialmente no dia 1° de abril, e a empresa já declarou que a mudança vai “beneficiar artistas independentes que estão em ascensão”. Isso pode representar um aumento de até 217% nos pagamentos.

Muita Calma Nessa Hora

Apesar disso tudo, é preciso ir com calma na empolgação, já que não é possível esperar que o público “migre” para o Soundcloud e comece a ouvir todas as suas músicas por lá.

Além disso, só saberemos quando a coisa estiver funcionando se o novo modelo realmente irá trazer mais dinheiro aos artistas, já que há uma série de questões envolvidas nas “fatias” do bolo que devem ser entregues ao músico e nomes com baixa audiência podem acabar recebendo valores bem parecidos com os de hoje em dia.

LEIA TAMBÉM: Spotify registra patente de tecnologia para monitorar fala de usuários

 
 
Compartilhar