Led Zeppelin em filmagem rara de 1979
Reprodução/YouTube
 

Em 1972, o Led Zeppelin teve uma passagem marcante pela Nova Zelândia e quem teve a sorte de estar lá naquele momento foi o fotógrafo Lloyd Goodman, na época com apenas 20 anos.

Usando sua 8mm, o cara registrou a performance histórica de Robert PlantJimmy PageJohn Paul Jones John Bonham. Acontece que, na época, ele acabou guardando o filme em uma cabana e esqueceu completamente de sua existência; por isso, ficou surpreso quando o digitalizou e viu as imagens do Led Zep.

Ele explicou esse processo ao New Zealand Herald (via Classic Rock):

Eu sabia que eu tinha esse rolo de filme na cabana então eu o mandei para ser digitalizado. Eu sabia que tinha coisas de banda nele mas eu não sabia o que era. Quando voltou, lá estava esse filme do Zeppelin.

[Minha reação foi] uma de alegria porque, de todas as fotos que eu tirei, eu só fiquei com seis delas, as quais eram na verdade as rejeitadas porque o promotor pegou as melhores e elas só desapareceram. Então encontrar isso foi como encontrar ouro, mesmo. É uma música realmente atemporal, algumas dessas coisas.

É tão poderoso e eu acho que a combinação de músicos que se juntou para formar o grupo — foi como um ciclone gigante. A maneira como um ciclone se forma é, sabe, toda a energia estava ali — ela só se uniu e se formou nesse vórtex incrível que não só os carregou pelo caminho mas carregou todo mundo junto.

A filmagem não vinha originalmente com áudio, mas um arquivista da banda conseguiu sincronizá-la com registros do show. O impressionante resultado você confere pelo vídeo logo abaixo, incluindo trechos de “Dazed and Confused” e “Whole Lotta Love”!

Filmagem rara do Led Zeppelin em 1972