Jimmy Page e David Coverdale
 

Nos anos 90, Jimmy Page teve um de seus projetos mais interessantes pós-Led Zeppelin ao se unir com David Coverdale no Coverdale•Page.

A dupla lançou apenas um disco em 1993, mas uma aparição recente do vocalista ex-Deep Purple e atual Whitesnake no programa de Eddie Trunk na SiriusXM (via Blabbermouth) deu indicações de que novas músicas devem surgir em breve como parte de um relançamento do trabalho original depois de uma longa batalha com gravadora:

Olha, preciso te dizer, tem acontecido um progresso imenso [para o relançamento]. Eu finalmente alcancei um acordo bastante positivo com a minha antiga gravadora sobre os recursos que estavam faltando. E eu consegui os direitos para o álbum do Coverdale•Page. Então, claro, minha primeira ligação foi para o Jimmy e eu disse, ‘Nós conseguimos. Nós pegamos [o disco] de volta, e nós podemos fazer o que quisermos com ele.’ E, claro, o Jimmy está em lockdown no Reino Unido, onde [a pandemia] é realmente levada bem a sério. Então ele está no seu imóvel no interior… eu literalmente mandei uma mensagem para o Jimmy dois dias atrás e eu disse, ‘Jimmy, eu sinto muito que não estive em contato.’ Mas estamos resumindo contato a partir da semana que vem para discutir.

Eu tenho algumas ideias. Eu quero ver se podemos escrever, com as graças do FaceTime ou do Zoom. Eu tenho algumas ideias que eu acho que seriam boas se nós de fato pudermos voltar ao estúdio e planejar um box set bem grande, luxuoso, completo para o 30º aniversário em 2023.

Mais do que essa esperança de material inédito, há uma certeza de que alguma novidade estará nesse relançamento. Coverdale explicou o que é garantido e o que ainda é ideia:

Nós temos quatro faixas nunca lançadas, que só precisam ser mixadas. Mas desde que nos reconectamos eu tenho brincado um pouco, escrevendo em casa. E eu tenho duas ideias que poderiam criar faixas bem divertidas — só jogá-las para ele e ‘veja o que você consegue fazer com isso.’ Da mesma forma que fizemos antes — nós escrevemos músicas realmente potentes juntos.

A outra coisa que eu recomendei a ele foi, ‘Vamos remasterizar o original, mas eu adoraria que você, na Inglaterra, com um profissional de mixagem da sua escolha, fizesse a mix Jimmy Page do álbum e eu faço a mix David Coverdale como um bônus.’ E eu acho que isso seria ótimo. Ele confia em mim, eu confio nele, e eu acho que seria ótimo para os fãs ter a versão do Jimmy, porque nós fizemos TUDO 50/50 no projeto. Foram três anos incríveis juntos. Eu amei. Então, sim, isso definitivamente está por vir.

A única “má notícia”, por enquanto, é realmente quanto ao prazo. Até por conta da pandemia, fica difícil os dois trabalharem juntos e o mais provável é que essas novidades só cheguem no 30º aniversário em 2023:

Nesse momento do tempo, em seu imóvel do interior, eu não acho que [o Jimmy] tem um estúdio. E ele certamente não quer dirigir até Londres. Eu e ele somos do grupo de risco para esse vírus maldito. Então eu o apoio completamente neste cenário, porque não há nenhuma pressa. Nada vai acontecer este ano. Mesmo que tenhamos a oportunidade de gravar, eu posso gravar algumas coisas aqui, mandar o drive para que ele faça suas partes, e nós podemos mixar através da tecnologia agora, o que é algo que não acontecia antes.

Mas eu tenho um estúdio em casa, o Jimmy não. Então eu espero que possamos conseguir alguns novos trechos e pedaços e ideias e colocar isso em jogo no ano que vem quando vai ser mais seguro andar por aí.

Vamos aguardar ansiosamente! Por enquanto, relembre (ou conheça) o disco de 1993 na íntegra logo abaixo.