Rush - Moving Pictures - Capa
 

Em fevereiro de 1981 o Rush entrava na nova década lançando o disco Moving Pictures, que se tornaria um dos mais importantes da carreira da banda canadense.

O oitavo trabalho do trio formado pelo baixista e vocalista Geddy Lee, o guitarrista Alex Lifeson e o baterista Neil Peart continuava a proposta de aliar cada vez mais o som dos sintetizadores aos arranjos de guitarra e trouxe em sua maioria músicas mais curtas que o habitual para o padrão Rush.

A faixa “Tom Sawyer” era o carro chefe e no Brasil se tornou ainda mais popular por ser o tema do personagem MacGyver da série Profissão Perigo que fez grande sucesso por aqui.

Essa história, aliás, é explicada muito bem no site Caverna do Caruso.

Algumas outras faixas como “Red Barchetta”, “Limelight” e a instrumental “YYZ” também foram destaque e se tornariam figuras clássicas nos shows dali pra frente.

Nos próximos discos a banda iria mergulhar ainda mais na sonoridade que mostrou em faixas como “The Camera Eye” e “Witch Hunt” em que os teclados também são protagonistas marcando de vez a nova fase do trio.

Moving Pictures tem apenas 40 minutos de duração e elevou a popularidade do Rush para outro nível, alcançando enorme sucesso de vendas como os integrantes queriam após o também bem sucedido Permanent Waves.