blink-182 no Hotel Cecil em The Rock Show

Uma das mais recentes séries documentais da Netflix fala sobre o Hotel Cecil e tem um quê pra lá de assustador.

Localizado no centro de Los Angeles, o prédio foi inaugurado nos Anos 1920 e de lá pra cá tornou-se palco para inúmeros crimes e diversas mortes.

Uma dessas mortes é a da canadense Elisa Lam, que viajou de Vancouver para a Califórnia em 2013 e se hospedou no Cecil durante sua estadia em LA.

Dias após a família reportar seu desaparecimento, Elisa foi encontrada morta, sem as roupas, dentro de uma caixa d’água que abastecia o prédio – os funcionários só a localizaram lá porque hóspedes começaram a reclamar da pressão e da cor da água nas torneiras de seus quartos.

blink-182 e o Clipe Gravado na Skid Row

Em 2001, a banda californiana blink-182 resolveu inovar ao gravar o clipe oficial do primeiro single do disco Take Off Your Pants And Jacket, a faixa “The Rock Show”.

Ao invés de usar o dinheiro da gravadora (estimado em 500 mil dólares) para contratar equipes grandiosas que realizariam filmagens em locais paradisíacos e/ou grandes estúdios, o trio de San Diego pegou o cheque, sacou todo dinheiro e saiu pelas ruas de Los Angeles realizando ações beneficentes.

Entre essas ações estiveram atos como levar moradores de rua a salões de beleza ou até mesmo simplesmente entregar as notas de dólar nas mãos das pessoas.

Hotel Cecil

Em alguns takes do clipe é possível ver a banda subindo no topo de uma loja vizinha do Cecil Hotel para despejar centenas de notas entre os que estavam pela calçada, e é claro que isso causou bastante movimentação na área.

É preciso lembrar, inclusive, que a Skid Row é conhecida como uma das regiões mais perigosas dos Estados Unidos, abrigando pessoas do país inteiro que não têm onde morar e normalmente acabam sucumbindo para o mundo das drogas, crimes e até mesmo prostituição.

Você pode assistir ao clipe logo acima. A cena ao lado do Cecil acontece por volta da marca de 47 segundos.

LEIA TAMBÉM: Hotel Cecil e a história de um dos clipes mais controversos do U2

 
 
Compartilhar