NOFX lança clipe para o single
Reprodução / YouTube
 

O Motörhead realizou um show em Dezembro de 2012 no Velodrom em Berlim que terá seu áudio disponibilizado no novo álbum ao vivo da banda, intitulado Louder Than Noise… Live in Berlin.

O novo trabalho está previsto para ser lançado no dia 23 de Abril pela Silver Lining Music e já pode ser encomendado em CD, Vinil e box de edição limitada por aqui.

O show fazia parte da turnê Kings of the Road que celebrava o álbum The World Is Yours, de 2010.

Abaixo você pode conferir um vídeo ao vivo da faixa “Over the Top” e em seguida o momento em que o Anthrax se juntou aos membros do Motörhead para tocar a saideira do set com “Overkill”.

The Spill Canvas

Os caras do Spill Canvas disponibilizaram o single “Darkside” acompanhado por um clipe sombrio. A música integra o próximo álbum da banda Conduit que será lançado no dia 5 de Março.

Anteriormente o grupo lançou os singles “Firestorm” e “Molecules”, em parceria com Sherry DuPree-Bemis da banda Eisley que também estarão no novo trabalho.

Confira o clipe abaixo.

Iceage

A banda de punk rock dinamarquesa Iceage lançou um clipe para a faixa “Vendetta”. O vídeo conta com a participação do ator Zlatko Burić.

O single estará presente no quinto álbum da banda, Seek Shelter, que será lançado no dia 7 de Maio pela gravadora Mexican Summer.

Assista ao novo vídeo!

King Gizzard

Quem também lançou um novo trabalho audiovisual foi a banda australiana King Gizzard & The Lizard Wizard.

O grupo disponibilizou um vídeo para a faixa “ONE” que foi criado através de colagens, utilizando a técnica cutup, e efeitos de stop-motion. A música segue o costume da banda de misturar os efeitos sonoro, começando com uma introdução fria e partindo para o pop psicodélico.

O diretor do clipe, Alex McClaren comentou sobre o conceito do vídeo em um comunicado à imprensa (via CoS).

A música em si parece estar em constante movimento, então tentei manter o visual continuamente avançando e deslizando para diferentes estilos visuais e paisagens.

Senti a mistura de stop motion e colagem através do uso de imagens encontradas e a banda me ajudava a complementar as letras e os temas das faixas conforme eu as interpretava, de sonhos, pesadelos, mudanças climáticas, distopias e utopias, bem como eventos de referência que aconteceu durante a produção do vídeo em 2020.

Confira o clipe no player abaixo.

The Weather Station

A banda canadense liberou um clipe para a faixa “Parking Lot” que integra o seu mais novo álbum Ignorance, lançado neste mês.

A vocalista Tamara Lindeman comentou o que sente com relação ao single (via Pitchfork):

‘Parking Lot’ é minha música estranha e gentil do disco sobre um humilde encontro com um pássaro e ao mesmo tempo estar cansada e apaixonada, e estar com o coração partido de maneiras que eu ainda não entendia.

Eu não sei completamente como tudo se conecta nesta música, a não ser que ela claramente se encaixa. Eu queria fazer a gravação de uma forma apaixonada e bonita, ao mesmo tempo que ela fosse forte e muito gentil, e foi assim que ficou.

Assista ao belo clipe abaixo.

NOFX

Os caras do NOFX disponibilizaram recentemente mais um single que estará presente no seu décimo quarto disco de estúdio, Single Album, que será lançado no dia 26 de Fevereiro.

A faixa “Fuck Euphemism” é uma das canções mais pessoais que o vocalista Fat Mike já escreveu. Ela aborda questões como sexualidade e os pronomes utilizados por Mike, e foi liberada junto com um clipe que você pode conferir logo abaixo.

Em uma entrevista para a SPIN (vis Brooklyn Vegan), o artista explicou alguns elementos da nova canção.

Acho que é uma música muito importante para a conversa com a comunidade trans e a comunidade LBGT. Eu me considero esquisito e parte disso, então posso cantar uma música como essa. Eu vivo um estilo de vida BDSM e sou crossdresser, então me incomodava quando as pessoas me chamavam de homem cis.

Fat Mike ainda comentou sobre o termo “per” utilizado na música, em que ele quer se referir a uma abreviação de pessoa.

Acho que esse é realmente o termo que as pessoas deveriam abraçar, como ‘Eu estava com per ontem à noite’ ou ‘Eu amo per’ porque não revela nada. É singular, e não é assim que as pessoas querem ser conhecidas, – como pessoa? Eles não querem ser rotulados.

Por último, o vocalista comenta sobre um verso específico sobre a cirurgia de uma mulher trans e que ele acredita que com essa frase “saiu do armário ainda mais” pois até os 45 anos ele tinha medo de usar roupas femininas.

Eu ainda era um crossdresser enrustido e consegui sair um pouco mais.

Assista ao vídeo!