Mulher tocando bateria
Foto Stock via Shutterstock
   

Um estudo recente aponta que ouvir músicas pop dos anos 80 ajuda a diminuir a frequência cardíaca, pressão arterial e a ansiedade.

A pesquisa realizada pela Vera Clinic, hospital da Turquia de transplante de cabelo e cirurgia estética, indicou que por sua “nostalgia positiva” bandas como Duran Duran, Pet Shop Boys e Wham! são eficientes em alguns aspectos da saúde (via Radio Rock).

Para chegar aos resultados, 1.540 voluntários entre 18 e 65 anos de idade ouviram uma playlist do Spotify com faixas de pop, jazz, heavy metal, R&B, techno e outros estilos musicais enquanto utilizavam aparelhos de frequência cardíaca e pressão arterial.

As músicas pop dos anos 80 provocaram nos participantes uma maior redução de ansiedade resultando em uma diminuição de 36% na frequência cardíaca, com 96% dos voluntários relatando uma queda na pressão arterial.

Heavy Metal em Segundo Lugar

Já as canções clássicas de Heavy Metal ficaram em segundo lugar como as mais eficazes na redução da ansiedade, com 89% dos participantes anunciando uma diminuição de 18% na pressão arterial e na frequência cardíaca (via MetalSucks)

De acordo com o diretor da Vera Clinic, Ömer Avlanmış os resultados chamaram atenção no início mas fazem sentindo do ponto de vista médico.

Hits dos anos 80 parecem trazer com eles uma nostalgia positiva e a sua sonoridade festiva ajuda a induzir a liberação de endorfinas e serotonina no cérebro, aumentando os sentimentos de felicidade e calma.

Já as músicas do heavy metal, entretanto, podem ajudar os ouvintes a processar seus sentimentos e, como resultado, levar a um maior bem-estar.

Entre os gêneros selecionados, o techno foi o menos eficaz na diminuição da ansiedade. Segundo a pesquisa, 78% dos entrevistados registraram um aumento na pressão arterial ao ouvir as músicas do estilo citado.

A ideia por trás do estudo de uma clínica ligada ao transplante capilar é entender como a música pode reduzir o estresse e, por consequência, a queda de cabelos (!).

 
Compartilhar