John Dolmayan e Gina Carano
 

O baterista John Dolmayan não demorou para defender a atriz Gina Carano, recentemente demitida do universo Star Wars por polêmicas nas redes sociais.

A ex-lutadora de MMA que ganhou fama como Cara Dune em O Mandaloriano foi demitida de qualquer participação futura na franquia após uma publicação, já deletada, em que comparou ser uma conservadora nos Estados Unidos atualmente com ser uma judia na Alemanha nazista:

Judeus foram surrados nas ruas, não por soldados nazistas mas por seus vizinhos… até por crianças. Porque a história é editada, a maioria das pessoas hoje não percebe que para chegar ao ponto em que soldados nazistas podiam facilmente juntar milhares de judeus, o governo primeiramente fez seus próprios vizinhos os odiarem simplesmente por serem judeus. Como isso é diferente de odiar alguém por suas visões políticas?

Em comunicado oficial, a Lucasfilm afirmou que já havia cortado laços com a atriz. Ainda assim, definiu os “posts nas mídias sociais denegrindo pessoas baseado em suas identidades culturais e religiosas” de Gina como “abomináveis e inaceitáveis”.

Ele próprio um conservador, Dolmayan usou seu Instagram para escrever:

É preciso muita coragem para arriscar sua carreira por suas convicções. A história vai honrar pessoas como a Gina Carano e condenar os covardes que instituíram a justiça da ‘lacração’ contra ela.

Você pode ver o post do baterista logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: “Amarga”: Shavo Odadjian fala sobre reunião do System of a Down

 

View this post on Instagram

 

A post shared by John Dolmayan (@johndolmayan_)