Chick Corea
Foto via Wikimedia Commons
 

Notícia pra lá de triste para fãs de Jazz. Chick Corea, pianista referência do estilo, morreu aos 79 anos nesta quinta-feira (11).

Corea enfrentava um tipo raro de câncer há algum tempo, e a morte foi confirmada em sua página oficial no Facebook. No comunicado escrito pela família, seus parentes relembram sua influência na carreira e na vida:

Ao longo de sua vida e carreira, Chick desfrutou da liberdade e da diversão de criar algo novo, e de jogar o jogo dos artistas. Através de seu trabalho e das décadas que passou viajando pelo mundo, ele tocou e inspirou as vidas de milhões.

Quem também homenageou o pianista foi o cantor John Mayer. Em seu Instagram, ele escreveu:

Chick Corea foi o maior músico de improviso com quem já toquei. Ninguém era mais aberto, mais sintonizado com o momento; ele mudava sua abordagem a cada nova empreitada dos músicos ao seu redor. Se você tocar uma nota errada, ele imediatamente a usa e toca como um motivo para dizer ‘tudo tem valor, quer você veja ou não’. Que perda incomensurável em tantos aspectos.

Chick Corea

Em sua carreira de cinco décadas, Chick tocou com nomes como Stan Getz, Herbie Mann e outros. Seu trabalho de destaque mesmo foi com Miles Davis, sendo um dos responsáveis pelo som mais contemporâneo do artista.

No total, Corea ganhou 23 Grammys em sua longeva carreira — número que o coloca entre os maiores vencedores de todos os tempos na premiação. Ele ainda concorre a dois outros na próxima edição da cerimônia.

Que descanse em paz!

It is with great sadness we announce that on February 9th, Chick Corea passed away at the age of 79, from a rare form of…

Posted by Chick Corea on Thursday, February 11, 2021 

 

View this post on Instagram

 

A post shared by John Mayer 💎 (@johnmayer)

   
 
Compartilhar