Behemoth em São Paulo
Foto: Fernando Pires (via Liberation MC)
 

Como não é novidade para ninguém, Adam “Nergal” Darski, líder da banda de metal Behemoth, está mais uma vez no centro de uma polêmica sobre religião.

Com o grupo, o músico constantemente desafia os dogmas cristãos e já chegou a parar na justiça em 2010 sob acusações de blasfêmia ao rasgar uma Bíblia no palco. Eventualmente, ele foi absolvido e venceu o julgamento — mas agora deverá ter que voltar à corte.

Como conta a Noisecreep, Nergal está sendo processado pelo grupo ultraconservador de direita Ordo Iuris por “insultar publicamente um objeto de adoração da religião cristã”. Ele publicou uma foto, em 25 de Setembro de 2019, na qual pisa em um retrato de Maria, mãe de Deus.

Os detalhes da acusação vieram por meio do escritório de procuradoria de Varsóvia, na Polônia, país natal do vocalista e guitarrista. Eles afirmaram que, durante uma investigação, “vítimas foram interrogadas e um especialista no campo de estudos religiosos foi apontado”.

A opinião final é de que “pisar com um sapato na imagem da Mãe de Deus é uma ofensa aos sentimentos religiosos”, mas o caso ainda irá aos tribunais.

Nergal (Behemoth) processado por religiosos

Naturalmente, Nergal se pronunciou sobre o processo e deixou bem clara a sua indignação com a falta de liberdade religiosa, dizendo que a Polônia está “mentalmente atrasada pra caralho” em relação à “Europa civilizada”:

Mais um processo pra conta. Motivo? Toda vez o mesmo: ofender sentimentos religiosos! Vocês podem imaginar essa baboseira em pleno século XXI? A Polônia está mentalmente atrasada pra caralhoooo atrás da Europa civilizada ao ponto de que somos literalmente o último bastião do que é chamado de ‘casus de blasfêmia’ [onde a blasfêmia é vista como ofensa criminal]. Até a extremamente católica Irlanda removeu esse parágrafo da constituição ultimamente. Vai acontecer na Polônia em algum momento… e sim, eu estou disposto a ser esse trampolim. Foda-se o fundamentalismo religioso em qualquer porra de buraco. E francamente, eu tenho certeza que vou vencer esse e qualquer outro caso. Esperem para ver.

De qualquer forma, mesmo que seja considerado culpado, Nergal não iria para a cadeia. Ele teria que pagar uma multa e enfrentaria “liberdades restritas” por até dois anos, mas o cara parece bem confiante na vitória.

Você pode conferir abaixo o post que gerou toda a polêmica e o pronunciamento do vocalista que veio nesta segunda-feira (8).

On the set

Posted by Adam Nergal Darski on Wednesday, September 25, 2019

Another lawsuit in the process. Reason? In every case the same: offense of RELIGIOUS FEELINGS! Can u imagine this…

Posted by Adam Nergal Darski on Monday, February 8, 2021

 

 
 
Compartilhar