Anderson Leonardo (Molejo) e MC Maylon
Reprodução/Instagram
 

Anderson Leonardo, vocalista do Molejo, foi à Polícia no Rio de Janeiro nesta sexta-feira (05/02) para prestar depoimento após ter sido acusado de estupro por um rapaz de 21 anos.

Segundo a Quem, a suposta vítima é o jovem MC Maylon, de quem Anderson era empresário. O garoto, que tem até mesmo o rosto do vocalista tatuado no antebraço, comentou que o enxergava como uma figura paterna e não esperava “esse ato de vandalismo”.

O estupro teria acontecido no último dia 10 de Dezembro, quando Maylon foi levado contra a sua vontade para uma reunião em um hotel. Ele afirma que, na ocasião, teve suas roupas tiradas à força e perdeu a virgindade — o MC disse que tinha feito “um trato com minha mãe e Deus que só queria me doar para alguém que me amasse de verdade”, alegando que Anderson “destruiu o sonho da minha carreira da minha dignidade”.

Ele citou caráter e garantiu que não busca dinheiro, ressaltando algumas vezes a sua decepção com a situação e a relação de carinho que tinha com o vocalista.

Resposta de Anderson

Por outro lado, conforme conta o UOL, o músico alega que a relação foi consensual e que conheceu o jovem em questão no Tinder — a história conflita com a de Maylon, que diz ter se encontrado com o cantor em uma de suas “resenhas de futebol”, tendo sido apresentado por um amigo em comum pois tinha o sonho de seguir carreira musical.

O jovem alegou que Anderson tentou efetuar penetração por mais de trinta minutos e isso resultou em um sangramento, o que foi prontamente negado pelo homem de 48 anos:

Se eu ver que eu tô machucando, vocês acham que eu vou continuar? Não sou tão bruto assim, não sou assim. Se eu sentisse… Foi tudo pelo Tinder. Como um virgem vai saber fazer o que ele fez comigo?

Mais do que isso, o integrante do Molejo afirma que o MC foi “orientado pela mãe” por ela enxergar “uma chance de mudar de vida”. Ele explica que “não é assim” e garante:

Ele não é virgem porque, desculpem, não sei o horário que vai ao ar essa entrevista, mas eu sei que ele é um cara que tem experiência sexual.

Ele acredita que o objetivo de Maylon seja ganhar holofotes e “mudar de vida”, dizendo que lidou com diversas chantagens que preferiu manter nos bastidores até a abertura da ocorrência policial. Ele também acha que o verdadeiro motivo da acusação pode ter sido o fato de um desencontro quanto à vontade de um relacionamento sério.

Além de ter admitido que a relação ocorreu, o experiente músico também confirmou que ofereceu o pagamento de tratamento psicológico a Maylon, mas ressaltou que não foi em troca de silêncio. Ele pediu desculpas “a todo o Brasil” pelo constrangimento e disse que “nunca iria fazer isso com ninguém”.

O vocalista também deixou claro que não é “nenhum menino” e que sabe diferenciar quando algo é forçado de algo que não é. Garantiu que tem “consciência” e que “as provas vão aparecer” — após a perícia inicial, a polícia afirmou que “tudo leva a crer” que a relação de fato ocorreu, mas de maneira consensual.

Pronunciamento no Instagram

Em sua conta do Instagram, Anderson também realizou uma live em que falou sobre o assunto sem papas na língua.

Ela está disponível na íntegra abaixo ou por aqui, mas um trecho em questão se destaca pela fala completamente sem filtros do vocalista:

Comi consensualmente. Consensualmente. O viado [sic] tava botando cada roupa colorida, o viado botando aqueles ‘bagão’ na frente, aqueles ‘bago’ grande pra caralho e com maior bundão. Falei, ‘Cumpadi, esse viado, eu vou botar no cu dele logo pra acabar essa porra, essa história.’ Botei no cu dele. Pensei que tava até apaixonado pelo cu dele. Mas depois que eu comi o cu dele, com consentimento, normal, desculpem — não to reunindo prova contra mim, to falando a verdade pra vocês, eu não preciso estuprar ninguém não, gente.

O cantor ainda brincou com a situação, afirmando que não se importa de ser chamado de “gay, bi, tri, hepta” ou qualquer outra coisa.

Dentro do inquérito policial, ainda serão analisados uma cueca e um sabonete entregues pelo rapaz de 21 anos que, supostamente, contêm esperma e sangue de Anderson. Outras testemunhas também serão ouvidas, e vamos atualizando sempre que o caso ganhar algum novo capítulo.

Ouça o novo álbum do Melim!