Mick Fleetwood, do Fleetwood Mac
Foto via Wikimedia Commons
 

Uma das bandas mais lendárias da história, o Fleetwood Mac tem uma carreira marcada pelo uso de drogas entre seus diversos hits e discos clássicos.

Falando justamente sobre essa situação, o baterista Mick Fleetwood contou à Classic Rock que “não há dúvidas” de que a banda estava muito bem equipada com o “pó de marchar”, mas explicou:

Isso é um conto de fadas bem gasto que vai ficando cada vez mais uma história de guerra, que vai ficando cada vez mais e mais aumentado. Eu não estou minimizando o fato de que estávamos definitivamente levando esse estilo de vida, mas não éramos um monte de pessoas rastejando pelo chão com espuma verde saindo de suas bocas. Estávamos trabalhando, sabe?

Isso se seguiu por um longo, longo tempo. A Stevie Nicks já falou disso, então eu não estou divulgando nada que ela não tenha falado sobre. [Mas] saiu de controle depois de fazermos o ‘Rumours’. Eu lembro de não trabalhar por dois anos. Eu nem consigo me lembrar o que eu fiz.

Fleetwood Mac e drogas

A perda de memória certamente é bem chocante, mas talvez tão surpreendente quanto tenha sido o fato de Fleetwood se descrever como o maior usuário de drogas da banda, uma vez que o histórico de Stevie Nicks com a substância é extremamente famoso.

A gente te falou mais sobre toda a situação de Nicks por aqui, quando a cantora chegou até a afirmar que ela seria a pior da banda nesse sentido. Não é uma competição, pessoal!

Ouça o novo álbum do Melim!  
 
Compartilhar