DIGAØ
Crédito: reprodução
 

O cantor e compositor Rodrigo D’Sales Monteiro, que assina artisticamente com o pseudônimo DIGAØ, divulgou nas plataformas digitais o single “Auschwitz”.

A letra da canção aborda o holocausto e tem por objetivo enfrentar quaisquer movimentos negacionistas sobre o genocídio nazista que dizimou aproximadamente seis milhões de pessoas durante a Segunda Guerra Mundial.

A temática toca particularmente DIGAØ, pois ele é descendente de judeus e segue o judaísmo. O músico explica que a faixa com a participação especial de Jones Premiere também está relacionada ao brasileiro Andor Stern.

“Escrevi essa música após ler uma matéria sobre o senhor Andor e ficar profundamente impactado com o seu relato. A letra conta a história dele e relembra a memória dos judeus assassinados no holocausto. Essa música não é uma celebração à tragédia, antes, um combate ao crescimento de grupos supremacistas e ao negacionismo histórico”, define o artista.

Anteriormente, DIGAØ havia lançado a música “Masterplan”, que ironiza a influência do pseudo-patriotismo na política brasileira.

Produzida, mixada e masterizada pelo próprio cantor, a canção faz um alerta sobre a figura do “líder-coach”, termo tão popular nos dias atuais.

“O ‘coaching’ entrou para uma fashion week social e fez casa também no âmbito político e religioso. Eu vejo isso com grande temor. A ‘coachingzação’ – com seu mix de português/inglês – é o símbolo do novo patriotismo nacional que bate continência para a bandeira americana. Esta é uma canção manifesto trajada de bom humor e muita ironia punk,” afirma DIGAØ, dono também dos singles “Tartarugas Até Lá Embaixo” e “Das Coisas do Absurdo”.

Morenas Azuis

Morenas Azuis
foto: divulgação

A banda catarinense Morenas Azuis disponibilizou o EP Espaço. O compacto apresenta quatro faixas e encerra a trilogia de EP’s que o grupo planejou três anos atrás.

Formado por Lucas Rhuan (guitarra e vocal), Renan (bateria e vocal) e Pio (baixo e vocal), o trio possui também dois álbuns cheios na carreira.

Bernardo John

Bernardo John
foto: reprodução

O cantor, compositor e produtor musical capixaba Bernardo John lançou o clipe feito para o single “Não me Deixe Pra Trás”.

O vídeo foi dirigido por Pedro Faria e a faixa, que tem a participação da cantora Sih, reflete as inquietudes do atual período de isolamento social.

Em “Não me Deixe Pra Trás”, Bernardo assume o vocal, guitarra e baixo, sendo acompanhados pelos músicos Laiormino (bateria) e Thaysa Pizzolato (teclado). Bernardo John estreou na carreira solo em 2013 com o disco Passa Raiar.

Diel KFZO

Diel KFZO
foto: divulgação

O rapper Diel KFZO divulgou nas plataformas de streaming o clipe da música “Anonimato”, produzida pelo próprio artista em casa durante a quarentena.

O vídeo foi realizado pelo coletivo audiovisual independente “Nova Guarda” e contou com a codireção de Diel e do rapper e videomaker Tchop.

KFZO trabalhou sozinho desde a letra até a composição dos arranjos de guitarra, baixo, synths e toda a concepção do instrumental. Ele também lançou recentemente a faixa “Antes que o mundo congele”.

Dias de Guerra

Dias de Guerra
foto: Deivid Garcia

A banda carioca Dias de Guerra lançou nas plataformas de música o clipe da faixa “CHAGAS”.

O vídeo, dirigido por Deivid Garcia e filmado na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, retrata a realidade de milhões de crianças que vivem à margem da sociedade em condições de extrema pobreza.

“A canção, que traz em sua mensagem as marcas que a vida deixa em cada um de
nós, aborda também como nossos caminhos podem ser singularmente
fragmentados. E como esses fragmentos, resultados de batalhas internas e desafios
diários, podem também nos motivar a lutar e a vencer,” diz o grupo, formado por Michel Santos (voz), Rafael Novaes (guitarra) e Bruno Oliveira (baixo).

Em 2012, eles lançaram o EP de estreia Hoje São Dias de Guerra, Amanhã Serão de Glória.