Mulher grava vídeo em Mianmar durante golpe militar
Reprodução/YouTube
 

Os últimos anos definitivamente têm nos obrigado a pensar mais sobre as consequências que a pós-modernidade traz, e um episódio que aconteceu recentemente em Mianmar adiciona ainda mais questões a tudo isso.

Nesta última segunda-feira (1º), os líderes eleitos democraticamente pelo país asiático localizado próximo à China e à Tailândia foram vítimas de um golpe de estado chefiado pelos militares do país.

A ação fez com que a conselheira do Estado e vencedora do Nobel da Paz em 1991, Aung San Suu Kyi, fosse presa juntamente ao presidente Win Myint sob acusações de fraude eleitoral que foram majoritariamente rechaçadas pela comunidade internacional.

Acontece que, no exato momento em que os militares estavam invadindo o Parlamento em Naypyidaw para realizar o golpe, a atleta Khing Hnin Wai estava por ali gravando um vídeo para a sua aula de aeróbica.

Ela acabou registrando a invasão e viralizou pela dicotomia representada ali: enquanto Khing dança, aparentemente sem perceber a chegada do golpe, o país via a sua democracia ruindo.

Eventualmente, a mulher contou à VICE que percebeu a presença dos carros mas imaginou se tratar de uma equipe de segurança, pois as conexões de internet e celular estavam falhando no país inteiro naquela manhã.

Sem dúvidas, uma representação das mais curiosas do mundo atual. Você pode conferir pelo vídeo logo abaixo.

 
 
Compartilhar