a-ha no Rock in Rio de 1991
Reprodução/YouTube
 

Em 1991, o Rock in Rio recebia grandes bandas como Guns N’ RosesJudas Priest, TitãsMegadethSepultura INXS para sua segunda edição. Acontece que o verdadeiro headliner do festival, por assim dizer, acabou sendo o a-ha.

O trio Pop norueguês teve o maior público não apenas do evento como também de toda a história, levando 198 mil pessoas ao Maracanã durante seu show e quebrando recorde do Guinness Book. Ainda assim, os nórdicos acabaram ignorados pela mídia brasileira e mundial mesmo com o sucesso estrondoso de “Take on Me”, que impulsionou toda essa fama.

Em uma entrevista com a revista Music Week em 2009, o guitarrista e compositor Paul Waaktaar-Savoy revelou como foi essa situação:

A MTV entrevistava todo mundo, menos a gente. Eles estavam todos ligando para os seus chefes e dizendo, ‘A gente tem que cobrir o a-ha. É a única noite que esgotou.’ Mas eles não permitiam.

No mesmo papo, o tecladista Magne Furuholmen contou como se sentiu:

Eu me senti muito alienado. Ainda assim, ficamos empolgados em ler a NME e a Melody Maker [publicações britânicas], porque nós sentimos que eles pelo menos teriam que reconhecer a nossa popularidade. Ao invés disso, eles escreveram sobre o Happy Mondays. Fez com que nós nos sentíssemos sem esperança. Nós tocamos para o maior público do mundo e eles ignoraram isso.

Aqui no Brasil, pelo menos, a situação ganhou uma “correção” eventualmente. Quando os noruegueses voltaram para a edição 2015 do Rock in Rio, a mídia finalmente os recebeu para uma entrevista que você pode conferir por aqui.

a-ha no Rock in Rio de 1991

Se você não estava entre as 198 mil pessoas presentes naquele 26 de Janeiro na capital do Rio de Janeiro, não se preocupe: o show está disponível na íntegra pelo YouTube e pode ser visto a qualquer momento.

Por lá, a banda apresenta hits como “Crying in the Rain”, “Hunting High and Low” e, claro, “Take on Me” em uma performance que é considerada por muitos como uma das melhores do grupo. É só dar o play no vídeo logo abaixo.

 
 
Compartilhar