Emicida
Foto: Julia Rodrigues
 

O Enem 2020 aconteceu nos dois últimos domingos (de 2021 mesmo), 17 e 24 de Janeiro, mesmo sendo amplamente criticado por sua realização em plena pandemia do coronavírus.

As provas tiveram uma abstenção de 55,3% do total de inscritos no último domingo e 51,5% no primeiro dia da prova, segundo dados preliminares divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (via CNN Brasil).

Amenizando um pouco a tensão do exame, as pessoas que realizaram o Enem foram surpreendidas com trechos das músicas do rapper Emicida nas capas dos cadernos de questões da prova.

Músicas de Emicida no Enem

No primeiro dia, os cadernos contaram com citações das músicas “Principia”, “Quem Tem Um Amigo (Tem Tudo)”, “Pequenas Alegrias da Vida Adulta” e “Trevo, Figuinha e Suor na Camisa”. As três primeiras integram o álbum AmarElo e a última é o single do artista em parceria com Ivete Sangalo.

Já no segundo dia, as músicas escolhidas foram “Levanta e Anda”, do álbum O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui, de 2013; “AmarElo”, “Pequenas Alegrias da Vida Adulta” e “Quem Tem Um Amigo (Tem Tudo)”, novamente do álbum AmarElo.

Os participantes da prova compartilharam em suas redes sociais as capas dos cadernos e manifestaram suas reações, como você pode ver nas fotos abaixo.

Continua após as publicações

AmarElo

A maioria das canções escolhidas para compor a capa das provas do Enem fazem parte do último disco lançado por Emicida, AmarElo, de 2019. O trabalho conta com participações de Pabllo Vittar, Majur, Zeca Pagodinho, Dona Onete, Larissa Luz, Mc Tha e muitos outros, e foi eleito o melhor do ano em nossa lista do TMDQA!

O álbum foi acompanhado pelo documentário AmerElo – É Tudo Pra Ontem, produzido pela Netflix em parceria com o Laboratório Fantasma, e disponibilizado na plataforma de streaming em Dezembro do ano passado.

Ouça as músicas citados no Enem abaixo.

   
Compartilhar