Larry King
Foto: Reprodução / YouTube
   

Larry King, um dos mais importantes comunicadores da história dos Estados Unidos, morreu aos 87 anos de idade.

A informação foi confirmada pela conta oficial do cara no Twitter e apesar da causa da morte não ter sido revelada, Larry havia sido internado há algumas semanas por causa da COVID-19.

Em um comunicado publicado há cerca de uma hora, as pessoas ligadas ao jornalista que fez história na CNN afirmaram:

Com profunda tristeza, a Ora Media anuncia a morte do nosso cofundador, apresentador e amigo Larry King, que faleceu hoje pela manhã aos 87 anos de idade no hospital Cedars-Sinai em Los Angeles.

Durante 63 anos e através de plataformas de rádio, televisão e mídia digital, as milhares de entrevistas, prêmios e aclamação global ficam como testamento de seu talento único e duradouro como locutor. Além disso, enquanto era o seu nome que aparecia nos títulos de programas, Larry sempre via os seus entrevistados como as verdadeiras estrelas, e ele mesmo era apenas um fio de condução isento entre o convidado e a audiência. Fosse entrevistando um presidente dos EUA, líder estrangeiro, celebridade, uma pessoa envolvida em escândalos ou alguém comum, Larry gostava de perguntar questões curtas, diretas e descomplicadas. Ele acreditava que perguntas concisas geralmente rendiam as melhores respostas, e ele não estava errado quanto a isso.

As entrevistas de Larry no programa ‘Larry King Live’ que durou 25 anos na CNN, e seus programas na Ora Media, ‘Larry King Now’ e Politicking with Larry King’ são consistentemente citados como referência por veículos de mídia no mundo todo e continuam sendo parte do registro histórico do final do Século 20 e início do Século 21.

Ora Media envida suas condolências aos filhos Larry Jr., Chance, Cannon e toda família King.

Detalhes do funeral e do velório serão anunciados mais tarde em coordenação com a família King, que pedem por privacidade nesse momento.

Continua após o vídeo

Larry King

Nascido no Brooklyn, Nova York, em 19 de Novembro de 1933, Lawrence Harvey Zeiger perdeu o pai muito cedo, já que ele faleceu aos 44 anos de idade após um ataque cardíaco.

A morte mexeu muito com Larry, que largou a escola e decidiu trabalhar para ajudar sua mãe, e acabou desenvolvendo uma paixão pelo rádio, mesmo não tendo muita experiência na área.

Após o conselho de um funcionário da CBS que o apresentador conheceu por acaso, ele se mudou para a Flórida, já que lá as rádios estavam começando e não precisavam de locutores com experiência.

Em Miami, Larry mudou o sobrenome Zeiger para King, também seguindo um conselho de outra pessoa que disse que “Zeiger” era difícil de falar e “étnico demais”.

Após o sucesso como radialista, Larry King começou a trabalhar na CNN em 1985, tornando-se famoso pelas suas entrevistas onde os entrevistados iam desde políticos importantes até amadores em assuntos como esportes.

Sua maneira de extrair informações das pessoas acabou fazendo com que o programa fosse um verdadeiro marco da história do canal onde ele atuou por 27 anos antes de encerrar as atividades e fundar a OraTV, companhia em parceria com ninguém menos que Carlos Slim.

Continua após o vídeo

Um dos homens mais ricos do mundo, o mexicano Slim fez a sua fortuna justamente no ramo das telecomunicações, sendo dono de boa parte de tudo que você, caro leitor, consome hoje em dia em termos de mídia.

Lá, King também conduziu um programa de entrevistas chamado Larry King Now, sendo que ele afirmou que nunca iria parar de fazê-lo e iria apresentá-lo “até o dia da morte”.

Que descanse em paz.

 
Compartilhar