Village People
Foto via Wikimedia Commons
 

Tem muita gente comemorando o fim da presidência de Donald Trump nos Estados Unidos, mas o Village People tem um motivo especial.

O grupo, que viu o ex-presidente usar os clássicos “Y.M.C.A.” e “Macho Man” durante quatro anos sem autorização, celebrou o fim dessa situação. Inclusive, Trump usou a primeira faixa citada durante sua partida da Casa Branca.

Victor Willis, líder do grupo, já havia criticado o costume do político e inclusive sua “retórica odiosa” — afinal, não faz sentido que Trump use dois hinos da comunidade gay durante sua campanha. Ao TMZ, Willis disse (via CoS):

Pedimos a ele para parar e desistir disso há muito tempo. No entanto, como ele é um valentão, nosso pedido foi ignorado. Felizmente, agora ele está fora do cargo, então parece que o uso abusivo de nossa música finalmente acabou.

Esperamos liderar uma mudança na lei de direitos autorais que dará aos artistas e editores mais controle sobre quem pode ou não usar nossa música no espaço público. Atualmente, não há limite para o licenciamento geral.

Outros artistas como Neil Young, Queen e mais também fizeram a mesma reclamação durante o mandato de Donald.

Acabou!

LEIA TAMBÉM: Donald Trump perdoa crimes de Lil Wayne e Kodak Black em seu último dia como presidente

 
Compartilhar