Kurt Cobain e Dave Grohl
Foto via Wikimedia Commons
 

A morte de Kurt Cobain é uma das mais tristes da história da música até hoje, e é claro que o efeito foi enorme para todos nós mas poucos sofreram como os colegas de Nirvana, Dave Grohl Krist Novoselic.

Em um vídeo, disponível ao final da matéria, Grohl relembra o momento em que o grupo se encontrava: o sucesso meteórico havia causado danos e, entre uma turnê e outra, os caras resolveram seguir caminhos diferentes para espairecer.

Foi nesse meio tempo que Cobain — que, segundo Dave, não lidava bem com o fato de ter se tornado uma estrela de proporções gigantescas — resolveu ir até Roma, na Itália, acompanhado de sua esposa Courtney Love.

Por lá, em 3 de Março de 1994, ele foi hospitalizado em coma por conta de uma overdose de analgésicos. Inicialmente, foi dito que teria sido algo acidental; tempos depois, Love revelou que ele tomou “50 comprimidos” e já se encontrava em um estado suicida.

O baterista do Nirvana se preocupou com o amigo e, no registro em questão, conta com a voz trêmula que ligou para ele assim que foi possível:

Quando ele voltou pra casa, eu me lembro de ter falado com ele no telefone. Eu disse, ‘Ei cara… eu não quero que você morra, ok?’ E ele estava cheio de desculpas — ‘Me desculpe, foi um grande erro! Esses comprimidos, eu estava bebendo essa champanhe, estava em Roma… Só cometi um erro.’

O vídeo em questão, aliás, fala no título de uma suposta última ligação de Pat Smear, guitarrista do grupo, a Kurt. O que aconteceu na verdade foi que Smear contou ter recebido uma ligação de Cobain enquanto não estava em casa e, por isso, não o atendeu. Dave foi quem conseguiu de fato falar com o colega de banda.

Como já sabemos, infelizmente essa história não acabou bem e pouco tempo depois — em 5 de Abril de 1994 — o lendário Kurt Cobain nos deixou. Abaixo, você confere o vídeo com as falas de Grohl e Smear por volta de 4 minutos e 55 segundos.

Dave Grohl e a última ligação a Kurt Cobain

Ouça o novo álbum do Melim!  
 
Compartilhar