Donald Trump manda construir 250 estátuas de “heróis americanos”
Foto de Donald Trump via Wikimedia Commons | Reprodução/YouTube
 

Poucas horas antes de se despedir da Casa Branca, Donald Trump surge com uma nova decisão: a criação de um Jardim dos Heróis Americanos.

A ordem executiva anunciada nesta segunda-feira (18 de Janeiro) inclui uma lista que contempla 250 nomes de personalidades do entretenimento, literatura, do esporte e da política que já faleceram para serem eternizadas em estátuas que ocuparão o chamado Jardim Nacional (via CoS).

Em uma escolha aparentemente aleatória, Trump selecionou músicos como Johnny Cash, Whitney Houston, Louis Armstrong, Elvis, Ray Charles, Frank Sinatra, Miles Davis e tantos outros nomes.

Na lista também estão o jogador de basquete Kobe Bryant, a ativista Rosa Parks, o jogador de beisebol Jackie Robinson, o pugilista Muhammad Ali, o ator John Wayne e o fundador da Walt Disney Company, Walter Elias “Walt” Disney.

Acredite, o jardim não contará apenas com referências americanas, já que aparecem na lista nomes como o do cineasta britânico Alfred Hitchcock, da filósofa política alemã Hannah Arendt, do apresentador canadense Alex Trebek e da atriz sueca Ingrid Bergman.

Jardim dos Heróis Americanos

De acordo com Trump em sua ordem executiva, o Jardim Nacional será construído como uma “resposta americana” aos “atos de vandalismo” que ocorreram durante os protestos do Black Lives Matter em 2020, em que monumentos de generais confederados e de Cristóvão Colombo foram removidos.

Mantendo esta tradição, a América está respondendo à trágica derrubada de monumentos à nossa geração fundadora e aos gigantes de nosso passado com o início de um novo projeto nacional para sua restauração, veneração e celebração.

O presidente chegou a comparar a construção do jardim à Freedom Tower, prédio construído após os ataques terroristas do 11 de Setembro.

Vale destacar que Joe Biden, após assumir a presidência dos Estados Unidos nesta quarta-feira (20 de Janeiro), pode cancelar o projeto e aplicar o valor, que não foi divulgado, em outra construção.

Confira no tweet abaixo a ordem executiva que contém todos os nomes escolhidos por Trump (ou será que foi por uma lista do Google?).

Ouça o novo álbum do Melim!