Bono (U2) em Paris, 2017
Foto de Bono via Shutterstock
 

16 de Janeiro de 1996 foi um dia assustador na vida de Bono, vocalista da banda irlandesa U2.

Até o episódio que contaremos por aqui, tudo indicava que o caminho seria outro, inclusive, já que o cara estava passeando pelo paradisíaco Caribe com a sua família, a bordo de um hidroavião do músico Jimmy Buffett.

Buffett havia convidado Bono para passear no seu “Hemisphere Dancer” e o cantor havia aceitado, estando a bordo com a sua esposa, Ali Stewart, e suas filhas, Jordan e Eve, também na companhia do produtor Chris Blackwell, da Island Records.

Naquele dia, há exatos 25 anos, Jimmy pensou que seria uma boa ideia comer um tradicional frango jamaicano e levou seus convidados ao país, mas tudo deu errado quando o veículo pousou no mar.

Jimmy Buffett, Bono e a Polícia Jamaicana

Após o avião aquático taxiar pelas águas de Negril, as autoridades locais se confundiram e acharam que o Hemisphere Dancer pertencia a traficantes que estariam trazendo maconha ao país.

Aparentemente sem pensar duas vezes, os policiais começaram a atirar na aeronave e, é lógico, deram um baita susto em todo mundo que estava por ali.

Ao descrever o episódio, Bono disse que se sentiu “dentro de um filme de James Bond”, e ainda falou que achava que iria morrer:

Eu não sei como a gente não foi atingido. Esses caras estavam atirando em todo lugar. Eu senti como se estivesse no meio de um filme de James Bond, mas era real. Eu honestamente achei que todos iríamos morrer.

Você nem imagina o alívio que eu senti quando vi que as crianças estavam bem. Graças a Deus ficamos todos sãos e salvos. A minha única preocupação era pela segurança delas. Foi muito assustador, vou te dizer.

Ainda segundo matéria do Belfast Telegraph, jornal da Irlanda do Norte, o tiroteio aconteceu enquanto Bono e sua família estariam desembarcando do avião, que teria sido atingido sete vezes.

Na reportagem, é revelado que o incidente fez com que a família cancelasse suas férias na Jamaica e fosse para Miami.

“Jamaica Mistaica”

Hemisphere Dancer, o avião de Jimmy Buffett

Em Junho de 1996, o milionário Jimmy Buffett, que além de dono do hit “Margaritaville” é também o proprietário da rede de restaurantes de mesmo nome, lançou seu vigésimo disco de estúdio.

Em Banana Wind aparece a canção “Jamaica Mistaica”, cuja letra fala justamente a respeito do episódio, com passagens como:

Era um dia lindo, do tipo que você quer aproveitar
Estávamos no topo das árvores voando, indo para Oeste pela costa
Aí aterrissamos na água, meu tipo favorito de emoção
Quando algum idiota começou a atirar enquanto taxiávamos por Negril

Estava prestes a perder a minha paciência tentando explicar
Que havíamos vindo apenas pelo frango, não somos um avião de maconha
Bem, você deveria ver a cara deles quando eles finalmente perceberam
Que não éramos algum cowboy sob efeito de cocaína com armas e álibis

Eles atiraram do farol
Eles atiraram da estrada
Eles atiraram do topo da montanha
Eles estavam todos confusos
Estamos pegando fogo
E não tinha nem um baseado a bordo

Em outro trecho, ele ainda fala sobre como todos no local ficaram envergonhados e pediram desculpas:

Voltem, voltem para a Jamaica
Vocês não sabem que cometemos um grande erro?
Ficaríamos tão tristes se vocês nos dessem adeus
E prometemos não dispararmos mais do céu em vocês

Que susto, hein?

Hoje em dia o avião que foi baleado, teve poucos danos e virou música está na unidade de Orlando do Margaritaville, como você pode ver na foto acima.

Em tempo, a franquia iniciada em 1985 na cidade turística de Key West, Flórida, hoje conta com mais de 20 unidades e é responsável por boa parte da fortuna de Jimmy Buffett, estimada em quase 600 milhões de dólares, ou cerca de 3 bilhões de reais (!).

 
Compartilhar