Show, Shows, Ao vivo, Encore, Bis, Apresentação, Concerto
Foto: Stephanie Hahne

Passarinho, que gatilho é esse? Ao que tudo indica, Nova York voltará a ter shows autorizados e com público (!) já no próximo mês. Pelo menos é esse o desejo do governador Andrew Cuomo.

Em uma de suas atualizações diárias sobre o andamento da pandemia no Estado, Cuomo revelou que tem intenção de acelerar o plano de vacinação atual e, ainda por cima, aumentar o número de testes rápidos. Estes testes seriam a forma de controlar quem vai a esses eventos.

Mais cedo neste mês, o time de futebol americano Buffalo Bills jogou uma eliminatória contra o Indianapolis Colts em um estádio local, que contou com um número limitado de fãs nas arquibancadas. De acordo com Cuomo, o evento foi “um sucesso indiscutível”.

O governador declarou (via Loudwire):

Os testes são a chave para reabrir nossa economia antes que a vacina atinja a massa crítica. O teste rápido apresenta grandes possibilidades, pois pode ser concluído em apenas 15 minutos. Estamos entrando em um momento em que mais pessoas serão vacinadas, e isso nos permitirá reabrir mais negócios com segurança.

Ele continua:

Por que não podemos usar o teste rápido para abrir restaurantes na zona laranja? Sem atividades e atrações, as cidades perdem seu apelo. Nova York não é Nova York sem a Broadway. Abriremos centenas desses novos drive-thru de teste rápido em todo o estado para ampliar esse esforço. […] Não podemos esperar até o verão para acender as luzes das artes. Não vamos deixar cair a cortina sobre suas carreiras ou nossas cidades.

Tomara que dê certo! O Estado, e principal a cidade de Nova York, têm mostrado bons resultados perante a pandemia desde 2020.

 
Compartilhar