Donald Trump contra o TiKTok
 

Ah, a ironia!

Donald Trump, presidente dos EUA que deixará o cargo em poucos dias, passou boa parte do seu mandato travando guerras com “inimigos” como o TikTok, plataforma chinesa de vídeos que pertence à empresa ByteDance e tomou conta do mundo todo.

Sem conseguir bloquear o app do seu país, agora o “pior presidente da história” segundo Arnold Schwarzenegger está sofrendo com o efeito contrário.

Donald Trump no TikTok

Obviamente o magnata que pode se tornar o primeiro presidente dos EUA a sofrer impeachment duas vezes no mesmo mandato (e já foi banido de Twitter, Instagram e Facebook) não tem uma conta no TikTok.

Acontece que diversos vídeos do seu discurso no dia da invasão ao Capitólio estão sendo compartilhados por lá, bem como hashtags utilizadas pelos seus apoiadores, como #stormthecapitol e #patriotparty.

Agora de acordo com representantes do TikTok, esses vídeos serão removidos, bem como o conteúdo marcado com essas e outras tags relacionadas, pois a plataforma “encoraja debates e conversas respeitosas”, não permitindo aquilo que classifica como “mentiras gritantes”.

LEIA TAMBÉM: conheça a jovem indígena que vem usando o TikTok para mostrar e explicar sua cultura

Sendo assim, todo material envolvido nos momentos anteriores e posteriores à invasão do prédio federal dos EUA (que resultou em 5 mortes) serão banidos da plataforma.

Outros conteúdos relacionados ao quase-ex-presidente do país norte-americano ainda poderão aparecer para os usuários, como vídeos de discursos que não tenham a ver com ódio, divisão e, principalmente, a invasão ao Capitólio.

Quero ver é achar vídeos assim quando o assunto é Donald Trump…

LEIA TAMBÉM: com a espada de Conan, Arnold Schwarzenegger compara a Invasão ao Capitólio ao Nazismo

 
Compartilhar