Paul Stanley no talk show de Richard Marx
Reprodução/YouTube

Mais uma vez, Paul Stanley está usando suas plataformas nas redes sociais para falar sobre política.

frontman do KISS resolveu publicar um aviso aos fãs que o acompanham mas não concordam com suas opiniões, que em geral são bastante contrárias ao governo de Donald Trump.

Como conta a Blabbermouth, Paul compartilhou duas publicações diferentes nos últimos dias. Na primeira, ressalta que “uma democracia precisa dessas diferenças para se tornar melhor” e pede respeito às suas falas:

A Todos Aqueles Que Não Compartilham Das Minhas Visões… Vocês não são meu inimigo. Uma democracia precisa dessas diferenças para se tornar melhor & eventualmente mais forte. Amizade não precisa de concordância. NOSSO inimigo deveria ser qualquer um que nos vira um contra os outros para ganho pessoal.

Na outra, ele deixa bem claro que não irá parar de falar o que pensa:

Se Você É Um Fã Que Agora Sente Que Minhas Opiniões Estão Te Alienando, infelizmente essa é a sua escolha & não a minha intenção. Os trabalhadores do entretenimento que você gosta têm que compartilhar suas crenças? Você gostaria mais se você não soubesse? Em vários casos você estaria se enganando. Eu não farei isso contigo ou comigo.

Anteriormente, antes mesmo da invasão ao Capitólio, Stanley também havia falado que expressa suas opiniões como “um orgulhoso cidadão desse país” e pedido respeito para o fato de que sua profissão não lhe tira o direito de opinar sobre questões além do entretenimento. Você pode ver os Tweets ao final da matéria.

Paul Stanley e Donald Trump

Vale lembrar que recentemente o vocalista e guitarrista se pronunciou após o vazamento de áudios que mostram o atual presidente dos EUA pedindo ao Secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, que “encontrasse” votos para garantir uma vitória do republicano no estado.

Ele chamou o comportamento do mandatário de “abominável” e o comparou a um “mafioso”, como te contamos por aqui.

 
Compartilhar