Pedro Alex
Crédito: Daniel Lebre

Nova aposta da Sony Music Brasil, o brasiliense Pedro Alex estreou na carreira artística com a canção “Vem Ficar”, que tem a participação de Kevin Ndjana e chega acompanhada de um clipe dirigido por Lucca Mendonça.

Com realização da Monkey Star e Zeroneutro Corp., o vídeo mostra belos registros naturais que evocam a ancestralidade e o cerrado brasileiro. Quem aparece nas imagens junto com os artistas são os dançarinos Duda Siqueira, Matias Bloo e Mari Ferreira.

A faixa, que bebe da fonte do afrobeat, foi produzida por Iuri Rio Branco, e vai estar presente no disco de estreia de Pedro, que, ainda sem título revelado, deve ser lançado no primeiro semestre deste ano.

Multi-instrumentista, já que toca baixo, piano, bateria, guitarra e violão, o jovem de 21 anos é filho do vocalista e compositor do Natiruts, Alexandre Carlo, e promete seguir os mesmos passos rumo ao sucesso.

Pedro Alex
Pedro Alex ao lado de Kevin Ndjana no set de gravação do clipe ‘Vem Ficar’

Nós batemos um papo com Pedro Alex para conhecer um pouco mais de seu trabalho e seus projetos para o futuro. Confira a seguir:

TMDQA!: Você lançou seu primeiro single, “Vem Ficar”, no meio de uma pandemia de proporções gigantescas. Como você tem encarado o fato de se apresentar ao público em um momento tão complicado para o entretenimento?

Pedro Alex: Com certeza a pandemia influenciou no planejamento de todos os envolvidos na indústria da música e sem dúvida isso deve ser levado em conta. Porém, para um artista que está começando sua carreira, o início sempre é um desafio e, assim como em todos os momentos, temos lados bons e ruins e temos que saber interpretar a situação.

Como já estou no processo de gravação do disco há algum tempo, acho que o melhor momento é quando você se sente pronto e no momento me sinto preparado para poder me apresentar.

TMDQA: Nesse sentido, como se deu a ideia do clipe? Você já pensava em gravar em um local ao ar livre e isolado?

Pedro Alex: A ideia do clipe surgiu juntamente com minha equipe e eu queria trazer uma sensação de alegria e plenitude. Pensamos em colocar atrizes e dançarinas para somar na representação do que eu gostaria de transmitir na música. Conseguimos montar um grupo incrível e em conjunto, levando em conta todas as questões de pandemia, chegamos na ideia de se fazer ao ar livre, na intenção de misturar algumas das características do cerrado que envolve nossa cidade com a energia da música, que é bem alegre e dançante.

O fato de ser um lugar distante do centro de Brasília e ter essa vantagem de ser um lugar aberto nos atraiu muito, e creio que a junção de todos os elementos (casting, local, styling e maquiagem) conseguiu reproduzir a energia que a música pede. Salve para todo mundo que participou e ajudou a fazer a ideia acontecer.

TMDQA!: A música é uma parceria com o ex-The Voice Brasil Kevin Ndjana e o produtor Iuri Rio Branco. De que forma eles cruzaram seu caminho?

Pedro Alex: Foi algo muito curioso porque eu estava em uma bateria de produção com o Iuri no estúdio e eu tinha acabado de conhecer o Kevin algumas semanas antes. Eu já tinha o arranjo praticamente pronto e o Iuri chegou para complementar esse arranjo com o beat e enquanto estávamos compondo a música, sentimos que ela pedia uma participação.

Tivemos a sorte de o Kevin estar em Brasília e decidi chamá-lo pra participar da música. No mesmo dia, ele veio ao estúdio, eu e Iuri já havíamos terminado a letra da música e no final só tivemos o trabalho de gravar. Tudo aconteceu muito rápido mas mesmo assim nós conseguimos chegar nesse resultado incrível que é a música Vem Ficar.

TMDQA: Seu pai é o vocalista do Natiruts, Alexandre Carlo. Ele te dá conselhos sobre o sucesso e carreira? Como é a relação de vocês?

Pedro Alex: Nós temos uma relação de pai e filho muito boa e nós sempre estamos em processo de compartilhar o que nós estamos fazendo e tendo um espaço aberto pra podermos falar o que pensamos visando ajudar um ao outro. E mesmo antes da minha decisão de querer viver de música, ele, na sua posição de pai, sempre me deu diversos conselhos para levar para a vida.

Sem dúvida alguma, os conselhos sobre carreira são extremamente valiosos e é uma grande honra poder ver de muito perto um dos maiores artistas da música brasileira, acompanhando todo o esforço e dedicação que se deve ter para conseguir trilhar e manter uma trajetória de sucesso e poder estar aprendendo diariamente com ele em todos os âmbitos.

TMDQA: Você também se envolve com produção musical e é multi-instrumentista. Que dicas pode passar para quem tem interesse na área?

Pedro Alex: Tenho duas dicas. A primeira é estudar, ter interesse e querer se aprofundar. Claro que existem diversas circunstâncias para que você consiga realizar o trabalho da melhor forma possível, mas a vontade de aprender e querer fazer o melhor trabalho possível é a principal qualidade que um profissional pode ter em qualquer área e na música não seria diferente.

Música é uma área que exige muita entrega e muita vontade pois o começo é sempre difícil e por lidar com algo lúdico que é a composição, é preciso estar com os estudos em dia pra que consiga reproduzir, da forma mais próxima possível, a ideia que tem na sua cabeça. A segunda dica é viver um dia de cada vez, porque pra chegar num certo nível exige tempo, Mas no fim, essa paciência é recompensada.