Fitas K7
 

Talvez você seja novo demais para ter usado um toca-fitas, mas provavelmente já (pelo menos) ouviu falar nas fitas K7.

O modelo vem ganhando espaço graças ao revival da cultura “retrô” e, em 2020, as vendas do formato foram as maiores desde 2003. Aliás, houve um crescimento de 94,7% em relação ao ano anterior — ou seja, foram vendidas quase duas vezes mais K7 em 2020 do que em 2019.

Esses números foram fortemente impulsionados por Lady Gaga, que lançou seu novo trabalho Chromatica no formato vintage, além dos convencionais. Outros grupos Pop como o 5 Seconds of Summer e o BLACKPINK também ajudaram no crescimento das vendas, e o Rock marcou presença com nomes como Ozzy Osbourne HAIM.

Os dados são da Official Charts, que conta ainda que a participação das fitas K7 no mercado segue quase insignificante — apenas 0,2% do total consumido — mas vem crescendo e ganhando força entre os que curtem a estética mais antiga.

Conta pra gente: você curte a ideia de voltar a ouvi-las ou prefere ficar nas plataformas de streaming? Ah, tem os discos de vinil também, que bateram recorde em 2020 depois da Black Friday. No fim das contas, o importante é ouvir música boa!

 
Compartilhar