Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger
Reprodução/YouTube
 

Dois dos mais renomados atores de filmes de ação de todos os tempos, Sylvester Stallone Arnold Schwarzenegger são bons amigos hoje em dia.

No entanto, a relação entre os dois nem sempre foi das melhores. Aliás, em uma entrevista de Stallone no programa de Jimmy Fallon há algum tempo, o cara não teve medo nenhum de admitir que “ódio é uma boa palavra” para descrever o sentimento que um tinha pelo outro.

Ele conta:

A gente era bem competitivo. É, eu acho que ódio é uma boa palavra. [risos] Mas é! Você já odiou tanto alguém a ponto de… tipo, um músico pensa, ‘Ah, eu odeio esse cara, no próximo ensaio eu quero destrui-lo’, sabe? [Como os Rolling Stones e os Beatles], não éramos amigos de bar. ‘Ei, vamos dividir um lugar na praia no fim de semana?’ Não, de jeito nenhum.

Eu realmente respeito esse cara. Eu o acho brilhante. O que ele fez, o que ele conquistou, ele já teve três carreiras diferentes… mas eu queria estrangulá-lo. [risos] Eu queria!

Ainda no mesmo papo, Stallone revelou que seu agente se aproveitava de suas inseguranças em relação a Schwarzenegger para que ele aceitasse papéis que não queria fazer — “se você não fizer, o Arnold vai fazer” — como em Rhinestone – Um Brilho na Noite, onde contracenou com Dolly Parton.

Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger

Felizmente, os dois eventualmente se resolveram e até estrelaram juntos na franquia Os Mercenários, marcando o fim de uma briga de eras.

Você pode ver os relatos de Sylvester pelo vídeo abaixo (em inglês), a partir da marca de 2:15 aproximadamente.