Wu-Tang Clan e Nirvana
Foto do Wu-Tang Clan por Jonathan Weiner
 

Quem viveu os Anos 90 e era minimamente ligado ao Rap certamente ouviu falar do Wu-Tang Clan, o grupo que tomou conta das paradas mundiais com hits como “C.R.E.A.M.” e “Wu-Tang Clan Ain’t Nuthing to F’ Wit”.

O sucesso dos caras foi algo nunca antes visto na indústria do Hip Hop, e um dos integrantes, Method Man, explicou como isso aconteceu em um nova entrevista ao podcast de Jemele Hill (via Okay Player). O rapper, aliás, chegou até a comparar o Wu-Tang com o Nirvana:

Eu acho que muito disso é atribuído a quão bem recebidos nós fomos pela comunidade negra. É algo que deixa os outros muito curiosos, tipo, ‘O que está rolando por ali? Que barulheira é essa?’

Aqueles fãs, incluindo nossos fãs negros, se apegaram a essas coisas nas almas. Essa música é tão relevante para eles hoje que eles querem tocá-la para seus filhos. São eles tentando falar [aos filhos], essa é a sua educação musical. É aqui que você deveria começar. […] É da mesma forma que eles ficam furiosos sobre o Grunge quando ele saiu ou até o Heavy Metal.

E aqueles caras eram uns bundões. Eles se vestem como bundões, mas eles eram zilionários da música. […] Você olha pro Metallica, uma das minhas bandas preferidas. Você vê aqueles caras, eles não têm as correntes enormes ou qualquer coisa assim, sabe, que é ‘grungy’ e que o Wu-Tang definiu, chamemos de Grunge Rap, vamos chamar assim. Hip Hop Grunge. Era exatamente o que era. Então nós éramos o Nirvana do nosso tempo.

Difícil discutir com essa comparação, hein? Você pode ouvir abaixo o podcast de Method Man na íntegra.

Method Man fala do sucesso do Wu-Tang Clan

   
Compartilhar