Paulinho da Viola
Crédito: Marco Froner
 

Em meio ao caos promovido pela pandemia da Covid-19, Paulinho da Viola lançou o álbum ao vivo Sempre Se Pode Sonhar.

Composto por 22 faixas, o disco aborda a relação entre o possível e o impossível, discutindo ainda o poder da cultura e outras questões inerentes ao mundo atual.

Antes do lançamento do novo trabalho de estúdio, o cantor havia divulgado o lyric video da canção “Ela Sabe Quem Eu Sou”.

Entre reflexões e leituras a respeito da realidade do nosso país, Paulinho, que despontou nos festivais de música nos anos 1960, completou 78 anos de vida no mês passado.

Carolina Frozza

Carolina Frozza
foto: divulgação

A cantora e compositora Carolina Frozza divulgou nas plataformas de streaming o clipe feito para a música “Ela é de escorpião”.

Nas imagens, a artista aparece andando pela cidade, cheia de atitude.

“Meu objetivo como artista é devolver o potencial inigualável da mulher que alguma vez na vida desacreditou de si mesma, que mesmo carregando o mundo inteiro nas costas ainda consegue andar de cabeça erguida e de sapato alto, como eu,” afirma Carolina.

“Levar ao público uma palavra de carinho, de motivação, de um despertar, significa muito pra mim. Encarar a vida com muito mais leveza faz com que nos tornemos mais autênticos e fiéis a quem somos,” completa.

A nova faixa chega depois do dueto com o ator, cantor e comediante Paulo Vieira na canção “Me Espera”.

Hempadura

Hempadura
foto: reprodução

O grupo Hempadura liberou recentemente nas plataformas digitais o single “Fábrica de Revoltados”.

A gravação da faixa, que mistura rap e hardcore, foi viabilizada através do Edital FAC Digital, uma parceria da SEDAC/RS e da Feevale no estado do Rio Grande do Sul.

A banda é formada por Kalleb Sanches (voz), Bodão Arte Nula (guitarra e voz) e Billy Valdez (baixo e voz”.

Dan Santos

Dan Santos
foto: Ricardo Valarini

O cantor e compositor paulistano Dan Santos disponibilizou nas plataformas de música seu primeiro EP autoral, Entre.

Gravado e produzido pelo catalão Magi Batalla, o disco também contou com as participações dos músicos Débora Gurgel (pianos) e Thiago “Big” Rabello (bateria).

O compacto apresenta quatro músicas e uma delas, “Safira”, ganhou clipe dirigido por Marcos Eiras. Já a direção de fotografia ficou a cargo de Ricardo Valarini.

Luca Libre

Luca Libre
foto: reprodução

O cantor e compositor brasiliense Luca, que assina artisticamente como Luca Libre, lançou o single “Help I Slave”.

A inspiração para a música veio de um caso na China, que ganhou repercussão mundial quando um bilhete com os dizeres “I slave, help me” (em português, “Sou escravo, me ajude”) foi encontrado em uma encomenda importada do país asiático.

Nesse sentido, Luca baseou a letra na cruel relação de grandes corporações com a exploração de trabalho análogo à escravidão em nações em desenvolvimento.

A sonoridade do artista transita entre o indie, folk e punk rock, com referências em bandas como No Use For A Name, Lagwagon e Streetlight Manifesto.