Josh Klinghoffer
Foto via Wikimedia Commons
 

Josh Klinghoffer não ficou feliz ao descartar as músicas que havia feito com o Red Hot Chili Peppers antes de sua repentina demissão.

Em uma nova entrevista para a Noisegate (via Alternative Nation), o músico revelou que a banda realmente não vai aproveitar o material com o guitarrista, já que está criando coisas novas com John Frusciante.

Josh ainda ponderou sobre uma possível participação especial em algum disco do grupo no futuro, e se rasgou em elogios ao vocalista Anthony Kiedis. Leia:

Não seria o mesmo, e eles também não usarão as músicas que escrevemos juntos. ‘The Night Won’t Scare Me’ talvez seja a única, já que definitivamente gravamos uma demo instrumental dela. Há alguns riffs que mostrei e que gosto muito, e acho uma pena que eles nunca se transformarão em nada. E também há coisas que não posso imaginar sem a voz de Anthony. Quem sabe um dia eu faça uma participação especial em um disco. Acho que ele é um dos melhores cantores e compositores, porque ele continua crescendo.

E ele continua:

Não acho que a banda cresça tanto em som quanto Anthony cresce como cantor e compositor. O fato dele ser um comunicador muito emocional mantém a música viva e sofisticada. Posso ouvir as músicas dos dois discos [‘I’m With You’ e ‘The Getaway’] de uma forma desconectada e pensar que ‘Ethiopia’ é uma das melhores músicas que esta banda já fez. […] Eu até me sinto um pouco abençoado por ter trabalhado com ele por 10 anos. Todos eles são pessoas únicas e incríveis.

Quem aí também gosta do Josh?

Retorno de John Frusciante

Vale lembrar que ontem, dia 15 de Dezembro, completou-se um ano desde que o Red Hot Chili Peppers anunciou a volta do guitarrista John Frusciante à banda para ocupar o lugar de Josh.

O quarteto deveria ter excursionado pelo mundo em 2020 e muito provavelmente teria lançado novas músicas, mas obviamente a pandemia do novo Coronavirus impossibilitou tudo isso.