Shia LaBeouf e FKA twigs
Fotos via Wikimedia Commons e Reprodução/YouTube
 

A cantora FKA twigs abriu um processo contra o ator Shia LaBeouf, seu ex-namorado, apresentando acusações de abuso e agressão, conforme conta o The New York Timese o TMZ (via Pitchfork).

[A descrição dos detalhes do processo pode conter gatilhos]

No relatório obtido pelas publicações, twigs cita um “abuso implacável”, como agressões, inclusive sexuais, e aflição emocional. Ela revela diversas ocasiões em que os abusos teriam ocorrido, como por exemplo uma situação em 2019 em que teria sido agredida do lado de fora de um posto de gasolina durante uma viagem.

A cantora afirma ainda que Shia teria lhe transmitido, conscientemente, uma DST — doença sexualmente transmissível. Em entrevista ao New York Times, ela disse:

O que eu passei com o Shia foi a pior coisa pela qual eu já passei em toda a minha vida. Eu não acho que as pessoas jamais pensariam que aconteceria comigo. Mas eu acho que essa é a questão. Pode acontecer com qualquer um.

O jornal ainda fez contato com a estilista Karolyn Pho, que também teve um relacionamento com o ator e afirmou que teve “experiências tumultuosas” com ele. Você pode ler tudo isso na íntegra (em inglês) por aqui.

Resposta de Shia LaBeouf

O ator enviou e-mails ao Times em resposta às acusações, escrevendo em um deles que “muitas das alegações não são verdadeiras” mas afirmando que deve às mulheres “uma oportunidade de veicular seus comunicados publicamente e aceitar a responsabilidade por aquelas coisas [que ele] fez”.

Nessa mesma mensagem, LaBeouf escreveu ainda que não está curado de seus problemas com o alcoolismo e com TEPT (Transtorno de Estresse Pós-Traumático), mas que está “comprometido em fazer o que for preciso para [se] recuperar]” e que estará “sempre arrependido por poder ter machucado pessoas durante esse caminho”.

Em outro e-mail, o ator escreveu:

Eu não estou em nenhuma posição de dizer a alguém como o meu comportamento as fez se sentir. Eu não tenho desculpas para o meu alcoolismo e agressividade, só racionalizações. Eu já fui abusivo comigo mesmo e com todo mundo ao meu redor por anos. Eu tenho um histórico de machucar as pessoas mais próximas a mim. Eu tenho vergonha desse histórico e peço desculpas àqueles que machuquei. Não há mais nada que eu possa dizer, na verdade.

Continuaremos ligados para mais informações sobre esse processo e desejamos toda força à cantora, à estilista e a quaisquer outras possíveis vítimas.

   
Compartilhar