Apesar de sua fama nos anos 70, o Fleetwood Mac está em alta novamente graças aos vídeos virais que tomaram conta do TikTok com o hit “Dreams”.

Se você está conhecendo a banda por agora — ou mesmo se já conhecia antes, mas não a fundo — deve ter se surpreendido com o tamanho do catálogo que o grupo carrega; afinal de contas, são mais de 50 anos fazendo música através de suas inúmeras confusões internas e conflitos.

Justamente por isso é natural que algumas músicas passem despercebidas e sejam injustiçadas, mas o site Ultimate Classic Rock resolveu corrigir isso e elencou uma faixa de cada disco como a mais subestimada, nos agraciando com a oportunidade de dar uma nova chance a elas.

Você pode conferir a lista com explicações na íntegra em inglês por este link, ou ver somente as canções escolhidas logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: Site elege a canção mais subestimada de cada disco do Pink Floyd

As músicas mais subestimadas de cada disco do Fleetwood Mac

  1. “Looking for Somebody” (Peter Green’s Fleetwood Mac, 1968)
  2. “Doctor Brown” (Mr. Wonderful, 1968)
  3. “Although the Sun Is Shining” (Then Play On, 1969)
  4. “Madison Blues” (Fleetwood Mac in Chicago, 1969)
  5. “Mission Bell” (Kiln House, 1970)
  6. “Morning Rain” (Future Games, 1971)
  7. “Child of Mine” (Bare Trees, 1972)
  8. “The Derelict” (Penguin, 1973)
  9. “Just Crazy Love” (Mystery to Me, 1973)
  10. “She’s Changing Me” (Heroes Are Hard to Find, 1974)
  11. “Over My Head” (Fleetwood Mac, 1975)
  12. “I Don’t Want to Know” (Rumours, 1977)
  13. “That’s All for Everyone” (Tusk, 1979)
  14. “Can’t Go Back” (Mirage, 1982)
  15. “Isn’t It Midnight” (Tango in the Night, 1987)
  16. “Freedom” (Behind the Mask, 1990)
  17. “Nights in Estoril” (Time, 1995)
  18. “Smile at You” (Say You Will, 2003)