Djavan - Bird of Paradise
Ouça a Playlist Climão de Dia dos Namorados!   Ouça o novo álbum do Melim!  

Em 1988 o incrível cantor, compositor e instrumentista brasileiro Djavan lançou um disco chamado Bird Of Paradise.

Acontece que o álbum foi destinado ao mercado norte-americano e internacional, composto de músicas em inglês que não estavam nas plataformas digitais.

Agora, graças à Sony Music, tudo está disponível para que a gente possa ouvir e adicionar às nossas playlists!

Djavan e a História de Bird Of Paradise

O álbum começou a nascer em 1987, quando rádios do mundo inteiro tocavam “So You Say”, gravada pelo grupo The Manhattan Transfer a partir da sonoridade da frase “Só eu sei”, presente em “Esquinas”, de Djavan.

Presente no álbum Lilás (1984), o som é um dos mais tocados na história das rádios brasileiras e apareceu em um projeto onde o quarteto vocal norte-americano homenageou nomes como Gilberto Gil, Ivan Lins e Milton Nascimento.

Mesmo cantando em português, Djavan já vinha gravando seus discos nos Estados Unidos por iniciativa da gravadora CBS brasileira, e o disco Luz, de 1982, teve até participação especial de Stevie Wonder.

Em 1987 o músico de Maceió lançou Não é Azul, mas é Mar, gravado em Los Angeles com produção de Ronnie Foster (Chet Atkins, The Jacksons, Stevie Wonder) e aí começou a ideia de mergulhar no mercado fonográfico dos EUA, como o próprio conta:

Foi uma ideia da gravadora com a qual eu concordei.

Já havia gravado o ‘Não é azul mas é mar’ em Los Angeles, em português, e aí, no fim do ano de 87, voltei para gravar três versões em inglês. O meu único pedido foi de que as versões buscassem ao máximo respeitar a sonoridade das canções originais. A minha música é muito marcada pelas palavras que escolho para botar nas melodias, é muito ligada à língua.

Dessa experiência nasceu Bird Of Paradise, com canções de Não é Azul, mas é Mar, sendo três delas com letras em inglês: “Bird of Paradise”, uma versão de “Navio”, parceria de Djavan com os filhos Flavia Virgina e Max Viana; “Stephen’s Kingdom”, versão de “Soweto”, um protesto contra o regime do Apartheid que ainda estava em vigor na África do Sul e “Miss Susanna”, uma versão para “Florir” que segundo o próprio é a sua favorita.

Lançado em 27 de Novembro nas plataformas digitais, você pode ouvir o disco em todas as plataformas digitais e já sair dando o play em “Miss Susanna” na playlist oficial do TMDQA! no Spotify, logo abaixo.

Um lyric video para a faixa também foi disponibilizado e pode ser visto logo abaixo.

 
 
Compartilhar