George Clooney faz críticas a Jair Bolsonaro
Reprodução / GQ | Reprodução / Instagram
 

George Clooney criticou o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, em entrevista à revista GQ.

O ator falava sobre o seu novo filme The Midnight Sky, em que ele interpretará um cientista em um mundo pós-apocalíptico, quando citou Bolsonaro e o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán.

Nós estávamos no meio de uma pandemia quando gravamos, mas ainda havia todos esses outros elementos de quanto ódio e raiva todos nós estamos sentindo neste momento da história, em todo o mundo.

Vejam Bolsonaro no Brasil, ou Orbán na Hungria. Olhem ao redor. Muita raiva e ódio. (Meu novo filme) acontece em 2049. Se você parar para pensar, isto poderia muito bem ser a nossa realidade, se deixarmos este tipo de ódio se fortalecer.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores húngaro, Tamás Menczer, falou a respeito do comentário de Clooney em um canal de notícias pró-Orbán.

George Clooney é um bom ator, portanto merece respeito, mas… ninguém deveria tratá-lo como um oráculo político global. Pessoas estão sussurrando nos ouvidos dele.

   
Compartilhar