The Weeknd -
 

As indicações ao Grammy 2021 continuam dando o que falar, principalmente pela ausência de The Weeknd nas categorias. Agora, o chefe da Academia está comentando esses casos em uma entrevista com a Billboard.

Na conversa, o CEO Harvey Mason Jr., que vai comandar sua primeira edição no ano que vem, desviou um pouco da polêmica em torno de Weeknd. O cantor, em suas redes sociais, afirmou que o evento é “corrupto”, e um boato chega a falar em boicote.

Ao abordar o caso do músico, Mason Jr. foi direto:

Sobre o The Weeknd, a cada ano nós temos uma certa quantidade de pessoas que podemos indicar para cada categoria.

Na mesma fala, o chefe ainda usou a mesma explicação para falar sobre Harry Styles, que foi indicado apenas em categorias de menos relevância com seu último disco.

Quando “apertado” sobre como esses dois artistas teriam mais indicações em anos anteriores, Harvey apenas comentou que é realmente uma mudança “interessante” na cultura da premiação, sem se estender no caso.

Ele ainda completou:

Não nos sentamos e decidimos que temos que ter essa pessoa ou aquela outra; ou que precisamos ter esse gênero; ou uma disputa. Estamos realmente buscando qualidade.

E aí… a explicação colou?

LEIA TAMBÉM: Grammy anuncia lista completa de indicados para a premiação em 2021