John Lydon com o Public Image Ltd em 2015
Foto de John Lydon via Shutterstock
 

Tá aí (mais) uma história bizarra envolvendo John Lydon, o Johnny Rotten dos Sex Pistols.

O músico britânico está lançando uma biografia chamada I Could Be Wrong, I Could Be Right, batizando o livro com um trecho de “Rise”, canção do PiL.

Para divulgá-lo, ele apareceu no Daily Star falando sobre assuntos de sua vida e um deles chamou a atenção: Johnny foi atacado por uma pulga em sua… pistola sexual.

Ao falar a respeito, Lydon explicou:

Eu olhei para baixo essa manhã em direção ao meu pinto e tinha uma porra de uma picada de pulga nele. As picadas, wow, a noite passada foi um terror por causa disso. A coceira também.

Johnny Rotten e as Pulgas

A lenda do Punk Rock (que está usando vaselina como tratamento) disse que as pulgas surgiram depois que ele começou a receber esquilos em casa, dando amendoins sem sal para eles.

Ele disse que isso tem sido uma espécie de hobby em seu lar em Los Angeles, mas não enxerga os bichos como animais de estimação:

Não há carinho. Se eles quiserem aparecer, tudo bem, mas eu sei que é por causa de um amendoim e não porque eu sou adorável.

Estou gastando um dinheirão com esses pequenos filhos da puta.

Apoio a Donald Trump

Vale lembrar que as últimas aparições de John Lydon na mídia têm ficado longe da música.

Antes das eleições dos EUA para a presidência, o músico disse que apoiava Donald Trump e, inclusive, apareceu usando peças de vestuário em apoio ao perdedor do pleito em 2020.

Muitos fãs do cara se mostraram bastante desapontados já que Johnny veio do Punk e estava apoiando abertamente um candidato de visões pra lá de conservadoras.

LEIA TAMBÉM: John Lydon grita com apresentadora e defende Donald Trump na TV