Lil Wayne em 2008
Foto de Lil Wayne via Shutterstock
Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Lil Wayne foi acusado nesta terça-feira (17 de Novembro), em Miami, por porte de arma de fogo e munição. De acordo com o TMZ (via HipHopDX), o rapper norte-americano poderá enfrentar uma pena de até 10 anos de prisão caso seja condenado.

As acusações estão relacionadas a um revólver banhado a ouro, cocaína e munições encontradas na bagagem do artista durante uma busca em seu avião particular, realizada em dezembro de 2019 por agentes federais em Miami.

Vale destacar que o músico foi condenado por porte de arma de fogo em Nova York no ano de 2009 e a Lei de Miami proíbe a posse de armas a criminosos condenados.

Na época, o advogado de Wayne, Howard Srebnick, disse que seu cliente estava “liberado” para sair com as armas. Agora, ele afirma que Lil Wayne não estava utilizando a arma.

Não há alegação de que ele já tenha disparado a arma, ostentado ela, usado ou ameaçado usá-la. Não há nenhuma alegação de que ele seja uma pessoa perigosa. A acusação é porque ele já foi condenado a um crime no passado, então ele é proibido de portar uma arma de fogo.

O rapper deve comparecer ao tribunal em Dezembro. Caso seja considerado culpado, Wayne pode pegar até 10 anos de prisão.

 
Compartilhar