Courtney Love andava sumida, mas a NME conseguiu encontrá-la e bateu um papo sensacional com a icônica artista que passou por diversos assuntos.

Em Londres para um novo projeto, ela falou sobre esse projeto e também sobre o momento atual de sua filha com Kurt CobainFrances Bean, além de ter dado atualizações sobre esse disco solo que deve chegar nos próximos tempos. Ela explicou:

Ainda está no começo e eu já gravei diversas músicas novas enquanto estou em Londres. Eu também já tirei um tempo para aproveitar e redescobrir algumas grandes compositoras como Aimee Mann que é de LA mas foi para Juilliard e é uma gênia subestimada. A Frances me manda playlists, que são fantásticas e cheias de artistas que eu também não tinha conhecido antes.

Eu também me sinto como a filha da puta mais sortuda da história do Rock and Roll porque finalmente, depois de 6 anos, eu e minha família temos um empresário honesto e ético com ótimos ouvidos que é o Jonathan Daniel (JD) e a Crush Music. Nós estamos juntos desde 2009. Ele começou a trabalhar comigo no meio de quando eu estava fazendo um disco [do Hole] pago por mim mesma chamado ‘Nobody’s Daughter’, que tinha algumas canções realmente incríveis das quais eu tenho muito orgulho. Ele tem sido fundamental em trabalhar comigo nesse novo material também.

Courtney Love e reunião do Hole

Nessa conversa, Love também falou sobre a possibilidade de uma reunião do Hole e deixou tudo em aberto (mas com perspectivas positivas!):

Antes de eu voltar eu na verdade fiz a Melissa [Auf der Maur, baixista] e a Patty [Schemel, baterista] virem com o nosso técnico até esse estúdio de ensaio do velho mundo. Nós tivemos uma boa sessão, mas leva um certo tempo para voltar ao ritmo de tudo. É algo que eu iria amar fazer e tenho feito aulas de guitarra via Zoom durante o lockdown, e eu estou escrevendo de novo, então veremos!

Você pode ler o papo na íntegra (em inglês) por aqui.

   
Compartilhar