Metallica em live beneficente
Reprodução/YouTube
 

Neste último sábado (14), o Metallica fez sua primeira live paga e se apresentou virtualmente para todo o mundo diretamente do seu “quartel general”.

Por lá, a banda tocou um setlist meio acústico, meio elétrico, e aproveitou o clima mais descontraído para estrear algumas versões novas de clássicos. As canções que ganharam reimaginações foram “Blackened”, que foi tocada de forma acústica pela primeira vez, e “Disposable Heroes”.

O caso da segunda é mais curioso, já que eles fizeram algo confuso até mesmo para eles: ao invés de tocar a versão normal, eles executaram a versão acústica da faixa de Master of Puppets com instrumentos elétricos. Depois de um papo com alguns dos fãs presentes, eles ainda emendaram em uma cover sensacional de “The House of the Rising Sun”.

Ainda completaram o setlist outros sucessos como “Creeping Death”, “Nothing Else Matters” e “Enter Sandman” e diversas surpresas; foram executadas covers de “When a Blind Man Cries” (do Deep Purple), “Turn the Page” (de Bob Seger) e houve até participação de Layne Ulrich Castor Hetfield, filhos de Lars Ulrich James Hetfield, em uma versão de “All Within My Hands”.

Você pode ver alguns trechos pelos vídeos a seguir; no primeiro, que tem “Disposable Heroes” e “The House of the Rising Sun”, a performance começa por volta de 7:50. No segundo, com a versão de “Blackened”, começa por volta de 5:10.

Metallica estreia novas versões de clássicos em live

 
Compartilhar