System of a Down
Foto por Armen Keleshian
 

Há pouco tempo, o System of a Down lançou suas primeiras músicas em 15 anos e certamente isso empolgou (e muito) os fãs do grupo que esperam pela possibilidade de um novo disco.

Apesar do quarteto estar bastante unido em nome da causa armênia, que vive uma guerra complicada na região de Nagorno-Karabakh (ou Artsakh), o guitarrista Daron Malakian ressalta que não é muito grande assim a possibilidade disso se transformar em um álbum de inéditas.

Em entrevista à BBC Radio 6 Music (via NME) sobre o assunto, Daron falou:

Não é tão simples assim, eu acho. Eu queria que fosse. Deveria ser… mas é um pouco mais complicado do que isso. Eu não quero ficar, tipo, ‘Bom, é essa pessoa e aquela pessoa.’ Nós fizemos [as novas músicas] por um motivo nobre, e nós fizemos isso pelas razões certas. Nós não ganhamos nenhum dinheiro com isso. Foi totalmente pela razão nobre do nosso país precisar de nós.

Todo mundo se deu bem. Foi legal. Eu pessoalmente saio pensando, ‘É uma pena que certas coisas não podem se acertar para fazer [um novo disco] acontecer.’

Felizmente, nem tudo são notícias ruins para os fãs do SOAD. Em outra entrevista, dessa vez com a Guitar World (via Metal Hammer), o guitarrista fechou as portas por agora mas abriu uma faísca de esperança para o longo prazo para quem quiser acreditar:

Olha, eu nunca digo nunca. Nós nem sabíamos que isso iria acontecer. Eu estava me encaminhando para lançar essas músicas com minha outra banda, o Scars on Broadway. Aí a situação na Armênia aconteceu e colocou nossas diferenças de lado. E nossas diferenças só existem dentro da banda.

Pessoalmente e fora da banda, todo mundo se dá razoavelmente bem. Não há ódio entre os integrantes do SOAD. Nós somos como uma família. Um monte de gente pensa, ‘Ah, o Serj [Tankian, vocalista] e o Daron não se dão bem!’ e não, isso não é verdade. O Serj e o Daron se dão bem, sim.

Mas o Serj e o Daron, ou o Shavo [Odadjian, baixista] e o Serj, pessoas diferentes na banda terão ideias diferentes de como eles querem que a banda siga em frente. É meio que aí que ficam as nossas discordâncias.

Eu não espero fazer nada mais com o SOAD agora ou imediatamente depois disso. Nós adicionamos duas novas músicas ao catálogo do System que estão no nível de todo o resto que nós lançamos e nossos fãs aceitaram isso dessa forma, o que significa muito para mim. Meio que vai ficar por isso mesmo agora. Se mais algo acontecer depois, então falaremos sobre isso, mas por agora eu vou continuar fazendo o que estou fazendo e todo mundo vai continuar o que estava fazendo.

Bom… pelo menos ganhamos duas belas faixas por enquanto, né?

Novas músicas do System of a Down

Vale lembrar que, como citado acima, as duas novas músicas do System — “Protect the Land” e “Genocidal Humanoidz” — foram lançadas com o objetivo de ajudar a região da Armênia que passa por uma situação complicadíssima.

O plano foi bem sucedido e a banda já arrecadou mais de R$3,5 milhões com a dupla de faixas, sendo que tudo isso foi revertido em doações. Por outro lado, os integrantes chegaram a sofrer ameaças de morte pelas atitudes de defesa do país que une suas origens.

 
Compartilhar